Alimentação e a atividade física podem ajudar no tratamento de leucemias crônicas

 

Você sabia que uma reeducação alimentar e um programa de exercícios pode te ajudar no tratamento da leucemia crônica?

Para alguns pacientes que são diagnosticados com algum tipo de leucemia crônica, a fadiga faz parte da rotina. Na maioria dos casos, esse estado de extremo cansaço e desgaste não apresenta melhora após repouso, tendendo a piorar e contribuindo para uma constante perda de desempenho e uma má qualidade de vida.

Se você ou alguém próximo está passando por isso, fique tranquilo. Preparamos este conteúdo sobre como a alimentação e atividade física podem ajudar no tratamento de pessoas adultas com leucemia crônica.

Alguns tipos de leucemia não ainda possuem cura, ainda assim, é possível manter uma boa qualidade de vida para que os pacientes possam viver bem com a doença por anos. 

Vamos começar esclarecendo a leucemia crônica em adultos.

As Leucemias crônicas

A leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos, geralmente, de origem desconhecida. Ela pode ser agrupada com base na velocidade em que a doença evolui e torna-se grave. Sob esse aspecto, a doença pode ser do tipo crônica (que geralmente agrava-se lentamente) ou aguda (que costuma piorar de maneira rápida):

No início da leucemia crônica, as células leucêmicas ainda conseguem fazer algum trabalho dos glóbulos brancos normais. Lentamente, é que a doença se agrava. Médicos geralmente descobrem a doença durante exame de sangue de rotina.

Existem dois tipos de leucemia crônica:

  • Leucemia linfoide crônica: afeta células linfoides e se desenvolve de forma lenta. A maioria das pessoas diagnosticadas com esse tipo da doença tem mais de 55 anos. Raramente afeta crianças.
  • Leucemia mieloide crônica: afeta células mieloides e se desenvolve vagarosamente, a princípio. Acomete, principalmente, adultos.

Leucemia X qualidade de vida

Ao longo dessa trajetória, uma parcela considerável de pacientes sofre com inúmeros sintomas físicos e emocionais que contribuem para a piora da sua qualidade de vida.

Toda doença crônica exige cuidados diários e não será diferente para leucemia. O tratamento da leucemia crônica pode trazer alguns efeitos adversos para você, mas é possível amenizá-los, seja com medicamentos ou até mesmo com alimentação, exercícios físicos e, o mais importante, o apoio da família e amigos.

Melhorando seus hábitos cotidianos, você pode ganhar não apenas mais anos de vida, mas bons anos, com qualidade. Os efeitos dos hábitos saudáveis para a prevenção e tratamento de câncer vêm sendo estudado há vários anos.

Há recomendações baseadas em evidências científicas relacionadas à adoção de hábitos saudáveis na alimentação e no estilo de vida que podem diminuir o risco de desenvolvimento e auxiliar no tratamento de diversos tipos de cânceres.

Essas recomendações foram publicadas no terceiro relatório de especialistas do Fundo Mundial de Pesquisa do Câncer (WCRF) e do Instituto Americano de Pesquisa do Câncer (AICR) intitulado “Dieta, Nutrição, Atividade Física e Câncer: uma Perspectiva Global”, publicado em 2018.

Não é novidade que a atividade física faz bem para saúde do corpo e da mente. Esses benefícios também se estendem para pacientes com câncer do sangue.

Os exercícios físicos possuem diversos benefícios como perda de peso, aumento da massa e força muscular, melhora na postura e flexibilidade. Alguns tratamentos (como cirurgias, quimioterapia e radioterapia) podem apresentar alguns efeitos colaterais como dor, fadiga, diminuição da capacidade física e indisposição.

Para esses casos, a realização de atividade física funciona como um excelente remédio. Não podemos esquecer da disposição mental, que também fica maior com a prática de exercícios físicos.

Fique atento! A única precaução é que nenhuma atividade física seja feita antes de você consultar seu médico, uma vez a que alguns exercícios não são indicados.

Cada caso é único, por isso é sempre importante que todas as decisões sejam tomadas junto com o seu médico especialista.

A alimentação é outro fator importante para a qualidade de vida e o tratamento de algum tipo de leucemia crônica.

Os benefícios de uma alimentação saudável são procurados por todas as pessoas. De acordo com o relatório da American Society of Clinical Oncology (ASCO), manter uma alimentação balanceada e rica em nutrientes pode auxiliar na prevenção e tratamento de diversos tipos de cânceres.

Vale ressaltar, novamente, que cada caso é um caso. Em cada fase da nossa vida nosso corpo necessitará de um tipo de alimentação que se harmonize com o momento em que estamos vivendo.

Existem alimentos que são aliados no tratamento do câncer. Mas vale lembrar, que os efeitos colaterais do tratamento podem atrapalhar a ingestão de uma série de alimentos e a manutenção de uma alimentação rica e balanceada.

Por isso, o mais importante é você procurar ajuda junto ao seu médico ou um nutricionista, com foco no tratamento oncológico, pois só um profissional especialista poderá indicar a melhor dieta para o seu caso.

Além disso, lembre-se sempre de contar com a sua rede de apoio e com o FazBem, que está sempre buscando maneiras de apoiar a sua caminhada por uma melhor qualidade de vida durante o tratamento de leucemia.

 

 

 

Referências:
https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/leucemia
https://www.abrale.org.br/informacoes/atividade-fisica-e-cancer/
https://www.abrale.org.br/informacoes/alimentacao-e-cancer/
http://www.oncoguia.org.br/conteudo/atividades-fisicas/36/5/
https://acsjournals.onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.3322/caac.21591
 BR.11148. Material destinado a pacientes. Dez/2020
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.