Asma: quando é preciso fazer o retorno ao médico especialista?

Como já falamos aqui no blog, o tratamento de asma, assim como qualquer outra doença crônica, deve ser monitorado e acompanhado regularmente por um médico. Mas afinal, de quanto em quanto tempo é preciso fazer o retorno ao especialista?

Para a maioria das medicações de controle, a melhora começa dias depois do início do tratamento, mas o benefício completo só poderá ser percebido depois de 3 a 4 meses.

O retorno ao médico é importante para monitorar o controle dos sintomas, fatores de risco e ocorrências de crises, assim como para documentar a resposta ao tratamento recomendado e fazer uma avaliação e possíveis adaptações.

- 1 a 3 meses depois do início do tratamento e a cada 3 a 4 meses depois disso;

- Durante a gestação, a cada 4 a 6 semanas;

- Depois de uma crise grave, você deve marcar uma visita dentro do prazo de 1 semana.

A asma é uma condição variável e ajustes no tratamento periódico podem ser necessários. A frequência das visitas pode variar muito de acordo com o nível de controle, gravidade e resposta ao tratamento. Ao final de cada visita, pergunte ao seu médico quando ele recomenda que você retorne e fique atento aos seus sintomas e reações ao tratamento.

A Asma é uma doença inflamatória. Por isso, é necessário tratar a inflamação, que é a causa da doença, para ter um melhor controle da doença. Se sentir necessidade de usar a sua medicação de resgate mais que 3X/semana, procure seu médico, talvez seja necessário ajustar seu tratamento.

 

 

 

Referências:
https://ginasthma.org/wp-content/uploads/2020/04/GINA-2020-full-report_-final-_wms.pdf
Icons by The Noun Project

BR-8405 Material destinado à pacientes. Mai/2020.

 

Os comentários estão fechados