Asma: Você sabe a diferença entre medicação de alívio e de controle?

Já falamos aqui no blog sobre a importância do tratamento contínuo para quem tem asma. É claro que você deve confiar e seguir as recomendações do seu médico, mas é importante que você entenda as diferenças entre as medicações que tratam a inflamação e as que aliviam os sintomas, para que você possa alcançar o controle da doença.

Conheça as diferenças entre medicação de alívio e de controle:

Também chamada de medicação de manutenção, ela é usada para reduzir a inflamação das vias aéreas, controlar os sintomas e reduzir os riscos futuros de crises graves e diminuição da função pulmonar.

Esse tipo de medicação também é chamado de resgate e é indicado para todos pacientes para aliviar os sintomas de acordo com a necessidade, inclusive durante o agravamento da asma ou crises. Eles também podem ser recomendados para prevenção a curto prazo da constrição dos brônquios induzida pelo exercício.

Por terem objetivos diferentes, essas medicações também exigem uma utilização diferente. Em geral, a medicação de alívio não trata a causa da asma: a inflamação.

Saiba mais sobre o funcionamento e os efeitos do medicamento de alívio no seu corpo. 

Siga o seu tratamento de acordo com a orientação médica e mantenha um monitoramento constante com o seu médico para ter resultados e uma qualidade de vida cada vez melhor.

A Asma é uma doença inflamatória. Por isso, é necessário tratar a inflamação, que é a causa da doença, para ter um melhor controle da doença. Se sentir necessidade de usar a sua medicação de resgate mais que 3X/semana, procure seu médico, talvez seja necessário ajustar seu tratamento.

 

 

 

 
Referências:
https://ginasthma.org/wp-content/uploads/2020/04/GINA-2020-full-report_-final-_wms.pdf
Icons by The Noun Project

 
BR-8402 Material destinado à pacientes. Mai/2020.

 

 

 

Os comentários estão fechados