Câncer de próstata: como lidar com a saúde emocional?

casal

casal_abracado

Vamos falar sobre a saúde emocional dos pacientes com câncer de próstata?

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de próstata é o tipo mais comum na população masculina, representando 29% dos diagnósticos da doença no Brasil. 1

Estima-se que 1 a cada 9 homens será diagnosticado com a doença durante a sua vida e a média de idade no momento do diagnóstico é de 66 anos.1

Segundo o Instituto Oncoguia, 65.840 novos casos surgem para cada ano do triênio 2020/2022. Apesar de apresentar números altos e ser considerada uma doença grave, os homens ainda são resistentes em falar sobre o câncer de próstata. Isso ocorre geralmente, por medo e falta de informações sobre o tema que ainda possui muitos tabus.2

Encarar diagnósticos de doenças que ameaçam a vida, como o câncer, cria situações estressantes que exigem diferentes habilidades e equilíbrio emocional dos pacientes e suas famílias. 2,3

O câncer ainda é uma doença muito temida pela maioria da população. Ainda que a doença apresente boas estatísticas de cura, para muitas pessoas essa ainda é uma sentença de morte. Afinal, o câncer pode causar grande sofrimento para os pacientes. Isso sem falar nos aspectos pessoais, profissionais e financeiros que a doença pode afetar. 2,3

Receber o diagnóstico de câncer de próstata pode ser um dos momentos mais difíceis enfrentados por um homem. Em um primeiro momento, o paciente pode não o aceitar o diagnóstico, passando por uma fase de negação da doença. Passado esse momento de choque, o paciente pode apresentar diversas alterações emocionais. Medo, insegurança, depressão, perda, raiva são alguns dos sentimentos mais comuns que estão presentes nesse momento. 2,3

Por isso, é importante cuidar da saúde emocional desde o início.

Para ajudá-lo a passar por esse momento, o FazBem criou esse conteúdo sobre a importância dos cuidados com a saúde emocional para o seu tratamento. Acompanhe!

Cuidar da saúde mental pode ajudar a superar a doença

Ao receber qualquer notícia de uma doença potencialmente perigosa e que pode afetar diversos aspetos da nossa vida, é natural que o sistema emocional fique abalado.

Segundo a pesquisa da Escola de enfermagem de Ribeirão Preto publicada no Jornal Digital da Universidade de São Paulo (USP), o homem com câncer de próstata lida com mudanças de identidade e com sensação de perda da masculinidade durante e após o tratamento. 4

O estudo revelou que, após passar pelo momento de relutância e aceitar o início do tratamento, os pacientes adquirem uma nova identidade, aceitando as limitações e fragilidades impostas pelo câncer. Mas ao passar por esse momento de transição de identidade juntamente com a falta de opções que possibilitem mudar essa realidade, os pacientes passam a se afastar de outros homens por medo de serem julgados como fracos e afeminados. 4

O estudo revela, ainda, que o sentimento dos pacientes acerca do câncer é o de viver entre a cruz e a espada. Isso devido a cobrança de um lado da sociedade de que os homens tenham comportamentos reconhecidos culturalmente como masculinos, do outro lado, a doença e os tratamentos que deixam sequelas que não permitem isso. 4

O processo de enfrentamento do câncer de próstata é realmente um momento difícil para a maioria dos homens, mas é importante lembrar que é possível passar por tudo isso e ter uma vida com qualidade e emocionalmente saudável.5

O cuidado e a atenção à saúde mental tornam-se imprescindíveis para o seu empoderamento e superação dos desafios impostos pela doença. 5

Proporcionar educação para a saúde, desenvolvendo habilidades específicas para resolver os problemas, lidar com o estresse e tratar os aspectos psicológicos são intervenções benéficas para a sua qualidade de vida e bem-estar. 5,6

Para lidar com a saúde emocional durante o tratamento, em muitos casos, é necessário refletir, identificar, compartilhar e desenvolver estratégias para lidar com essa nova condição de vida.

Lembre-se: você não está sozinho. Por isso, é muito importante buscar acolhimentos, apoio e um espaço onde você possa expressar seus conflitos, medos, fantasias, angústias em relação à doença e ao tratamento. 5,6

O apoio psicológico é essencial. Estudos revelam que pacientes que recebem ajuda psicológica de profissionais, apresentam melhores condições de enfrentamento da doença, da reabilitação ou no enfrentamento de sua fase terminal.

Por isso, sempre que achar necessário, busque ajuda profissional. 5,6

Atitudes que podem ajudar a cuidar da saúde emocional

Contar com o apoio da família e amigos

O devido acompanhamento médico e apoio da família e de amigos, pode tornar o tratamento menos árduo, com mais independência e motivação para enfrentar as dificuldades.7

Por mais difícil que seja, após o diagnóstico de câncer, é importante contar com o apoio da família e amigos. Por isso, considere ter uma conversa sincera e aberta com os membros da sua família e amigos. 7

O câncer, principalmente de próstata ainda é encarado socialmente como um tabu, mas você não precisa agir dessa forma também dentro de casa ou na companhia de amigos. 7

O apoio das pessoas que estão por perto é importante para enfrentar os desafios. Por isso, deixe todos cientes de como será o tratamento, quais os possíveis efeitos colaterais e demais pontos importantes. 7 

Algumas mudanças na rotina precisam ser feitas e, com apoio da família, será muito mais fácil.

Praticar terapias complementares

Você já ouviu falar em terapias alternativas?

Uma série de fragilidades no aspecto emocional e físico podem atingir pacientes com câncer. Em alguns casos, é muito comum pacientes adotarem, também, tratamentos alternativos como uma forma de cuidado adicional para deixar a relação com a doença e com o corpo mais leve. 8

Segundo o Instituto Oncoguia, os tratamentos alternativos podem ser usados por pacientes com dor, juntamente com o tratamento convencional sendo denominados como terapia complementar ou integrativas. 8

Muitos pacientes buscam fazer ioga e meditação, por exemplo, como uma forma de promoção a saúde mental. 8

Mas lembre-se que é importante pedir ajuda da sua equipe médica para encontrar informações e aprender se essas técnicas podem ser boas opções para incluir no seu tratamento. 8

Participar de grupos de apoio

Já pensou em compartilhar o que você está vivenciando com outros pacientes?

O contato com outras pessoas na mesma condição pode ajudá-lo a compreender as dificuldades comuns ao tratamento.

Essa interação pode ser benéfica e fazê-lo compreender que você não está sozinho, outros pacientes estão passando ou passaram pelo mesmo e superaram esse momento difícil.

Receber o diagnóstico do câncer de próstata mexe com a saúde emocional de qualquer pessoa, mas a maneira com que você lida com isso faz toda diferença para o seu tratamento.

O FazBem também está aqui para apoiá-lo. Conheça “O Normal Mudou, O Câncer Não”, uma campanha que visa apoiar pacientes com câncer. Encontra mensagens de incentivo e apoio de pessoas que já passaram por isso e estão enviando energias positivas para você continuar lutando contra o câncer.

 

 

 

 

Referência:
  1. https://www.inca.gov.br/campanhas/cancer-de-prostata/2020/saude-do-homem
  2. http://www.oncoguia.org.br/conteudo/estatistica-para-cancer-de-prostata/5852/288/
  3. https://hospitalsantamonica.com.br/como-encarar-o-diagnostico-e-tratamento-do-cancer-de-prostata/
  4. https://jornal.usp.br/ciencias/ciencias-da-saude/isolamento-e-desavalorizacao-marcam-emocional-do-homem-com-cancer-de-prostata/
  5. https://spasorocaba.com.br/psicologia/cancer-de-prostata-e-alteracoes-emocionais
  6. https://hospitalsantamonica.com.br/como-encarar-o-diagnostico-e-tratamento-do-cancer-de-prostata/
  7. http://www.oncoguia.org.br/conteudo/conversando-com-sua-familia-e-amigos-sobre-o-cancer/2650/491 /
  8. http://www.oncoguia.org.br/conteudo/tratamentos-alternativos/7677/902/

 

 BR-15711. Material destinado a pacientes. Nov/2021
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.