Colesterol alto: sintomas, diagnóstico e como evitar

mulher-comendo-lanche-escondida-colesterol

mulher-comendo-lanche-escondida-colesterol

Cuidar da saúde e da nossa alimentação pode trazer benefícios incríveis, uma qualidade de vida melhor e evitar diversas doenças que aparecem silenciosamente. Além disso, para cuidar cada vez melhor da saúde, é importante que você mantenha seus exames em dia e consultas frequentes ao médico.

Cuidar do colesterol é muito importante para a saúde do nosso coração e para evitar que as taxas aumentem, causando outros problemas. Segundo o Ministério da Saúde, 4 em cada 10 brasileiros têm colesterol alto.

Mas você sabe o que isso significa e quais os riscos que pode gerar na sua saúde?

O colesterol

O colesterol é um tipo de lipídio (gordura) que pode ser encontrado no sangue, nas células e nos alimentos. Apesar de ser taxado como o vilão do organismo, o colesterol é um nutriente vital e necessário para produzir hormônios, ácidos essenciais para decomposição e digestão de gorduras.

Para calcular o colesterol é feito um exame que mede a quantidade dele que circula no sangue. Existem três tipos: LDL(Ruim), HDL (Bom) e VLDL (triglicérides), mas o último é raramente medido diretamente.

A maior parte do colesterol é sintetizada no fígado e é transportada no sangue por proteínas especiais, as "lipoproteínas", encarregadas da distribuição deste colesterol por todas as células do corpo. É natural que os alimentos de origem animal sejam ricos em colesterol e os vegetais, pobres. 

Leia também: Colesterol alto: quem pode desenvolver 

Sintomas e diagnóstico

Como muitas outras doenças, o colesterol alto é silencioso e, por isso, se torna perigoso e deve ser observado com uma frequência maior.

Normalmente, o colesterol alto está associado a hábitos não saudáveis como má alimentação e sedentarismo, mas também pode ser genético.

Para que o diagnóstico seja feito, são necessários exames de sangue para descobrir o colesterol total, frações ou o LDL calculado. É muito importante que esse check-up seja frequente, não só para o colesterol, mas para diversas outras doenças, principalmente crônicas, pois elas são tipos de doenças que apresentam início gradual e que possuem um lento desenvolvimento e uma longa duração.

Os níveis abaixo devem ser observados pelo seu médico para iniciar o tratamento:

  • Nível de colesterol total acima de 200 mg/dl;
  • Nível de colesterol ruim (LDL) superior a 120 mg/dl;
  • Nível de colesterol saudável (HDL) inferior a 35 mg/dl.

Colesterol pode causar doenças do coração?

O colesterol pode acabar gerando outros problemas caso não seja tratado. Isso acontece porque o LDL, que é conhecido como “mau colesterol”, deposita o excesso de colesterol nas artérias coronárias, responsáveis por levar oxigênio e sangue para o coração. Em excesso, o colesterol pode levar, ainda, à isquemia cardíaca que pode gerar dor no peito, coágulo e, em casos mais graves, o infarto.

O controle do colesterol retarda o endurecimento das artérias e pode reverter o processo de crescimento da placa. O tratamento pode começar com uma mudança de hábitos, com dietas e atividade física, antes de ir ser tratado de maneira mais agressiva. O tratamento correto reduz significativamente o risco de doenças cardíacas, além de melhorar a qualidade de vida. 

Leia também: O que fazer para evitar uma doença cardíaca? 

Como evitar o colesterol alto?

Existem maneiras de melhorar e evitar o colesterol alto além das consultas frequentes e exames de rotina que devem ser mantidos. Algumas atitudes simples são:

  • Não fumar
  • Evitar gorduras
  • Fazer atividades físicas frequentemente
  • Evitar bebidas alcoólicas em excesso
  • Manter uma alimentação balanceada

Vale lembrar que não ter excesso de peso não significa que você não tem riscos de ter colesterol alto. Pessoas magras também têm colesterol alto. Isso porque os níveis de colesterol no sangue dependem muito mais da taxa de remoção do colesterol pelo fígado, que é genética.

Para ajudar você com a alimentação, trouxemos o Guia Alimentar para a População Brasileira, feito pelo Ministério da Saúde. Nele, você encontra informações relevantes sobre como escolher os alimentos além de dicas importantes para manter uma alimentação saudável. Acesse e confira!

Fique sempre atento às indicações do seu médico e nutricionista, e siga sempre o tratamento com dedicação.

Que tal também conhecer a campanha do FazBem “Não Vacila Com o Colesterol”? Lá você encontrará informação para te ajudar na busca por uma vida mais equilibrada e saudável.

Acesse: Não Vacila Com o Colesterol

 

 
 
Referências:
  1. https://www.spdm.org.br/blogs/nutricao/item/2103-colesterol
  2. http://sociedades.cardiol.br/socerj/publico/dica-colesterol.asp
  3. https://www.diabetes.org.br/publico/ultimas/1561-dez-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-o-colesterol
  4. https://www.endocrino.org.br/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-o-colesterol/
  5. https://saudebrasil.saude.gov.br/eu-quero-me-alimentar-melhor/fique-de-olho-no-colesterol-alto-saiba-como-evitar-o-problema
BR-13422. Material destinado a pacientes. Jul/2021
 
 
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.