Como o diabetes pode afetar os seus rins?

Quando o diabetes não é controlado, pode trazer consequências graves, gerando problemas no coração, olhos, nervos e rins. Nesse post, vamos falar especificamente de como o diabetes pode afetar os seus rins, órgãos fundamentais para o funcionamento saudável do organismo.

Diretamente, o diabetes pode danificar os vasos sanguíneos dos rins, dificultando ou impedindo o processo de filtragem do sangue. Quando os rins estão afetados, eles não conseguem trabalhar adequadamente, acumulando resíduos. Indiretamente, a doença pode prejudicar os nervos do corpo, o que pode levar a dificuldades para esvaziar a bexiga. A pressão resultante da bexiga cheia pode retornar e afetar os rins. Além disso, se a urina ficar na bexiga por muito tempo, também pode provocar uma infecção do trato urinário.

Dois dos primeiros sinais de um problema renal são a diminuição da quantidade de sangue que seus rins filtram (taxa de filtração glomerular) e a presença de uma proteína chamada albumina na urina.  O exame da creatinina no sangue e um teste de urina solicitados pelo médico ajudam a detectar o problema renal em um estágio inicial. A função renal é verificada a partir da interpretação conjunta dos resultados dos exames de sangue e urina.

Alguns sinais de alerta podem surgir quando os rins estão com problemas. A presença de albumina na urina pode ser percebida pela presença de urina "espumosa" no vaso sanitário. Outro sinal pode ser o ganho de peso e o inchaço do tornozelo, resultados de uma maior retenção de água e sal.

A melhor maneira de proteger seus rins e outros órgãos do seu corpo das consequências do mal controle do diabetes é mantê-lo sob controle. Isso quer dizer manter os níveis de açúcar no sangue dentro do alvo estabelecido pelo seu médico por meio de hábitos saudáveis e uso regular de medicações. Algumas atitudes que podem ajudar:

Ser diabético nem sempre significa ter problemas renais e isso depende muito da sua atitude perante o tratamento e o acompanhamento profissional. Consulte seu médico periodicamente para que seus exames possam ser monitorados, siga as orientações corretamente e viva com mais qualidade de vida.

 

 

 

Referências:
www.kidney.org/sites/default/files/docs/11-10-1203_kai_patbro_diabetesckd_1-4_pharmanet_portuguese_nov08_lr.pdf
www.endocrino.org.br/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-nefropatia-diabetica/
www.diabetes.org.br/publico/para-voces/sbd-na-imprensa/937-diabetes-nao-controlado-pode-ocasionar-doenca-renal-cronica
https://saude.gov.br/saude-de-a-z/doencas-renais
Imagem: Freepik
Icons by The Noun Project
BR 9097. Material destinado a pacientes. Jul/2020
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.