Cuidados importantes com a saúde durante o inverno

A estação mais fria do ano chegou e tenho certeza de que você já começou a ouvir os avisos “leva um casaco”, “coloca uma blusa que a noite faz mais frio” super comuns nessa época do ano. Isso porque é um momento que devemos redobrar os cuidados com a saúde e melhorar a imunidade.

Com a chegada do inverno e do ar mais seco, dores, resfriados, inflamações, gripe e doenças respiratórias crônicas acabam chegando ou piorando com mais frequência também.

No texto de hoje, separamos algumas dicas para você cuidar melhor da sua saúde no inverno e conseguir passar por essa estação com a saúde em dia.

Por que no inverno ficamos doentes mais facilmente?

O inverno é uma estação com pouca chuva, o ar fica mais seco e, consequentemente, a poluição das grandes cidades também aumentam. Esses fatores prejudicam a sua respiração e propagam com mais facilidade os vírus e infecções, principalmente em ambientes fechados.

Na verdade, não é o frio do inverno que deixa você mais doente, mas sim a maior circulação dos vírus que causam gripes, resfriados e alergias.

Normalmente, as pessoas com doenças respiratórias crônicas tendem a sofrer mais com essa época do ano, isso porque suas vias áreas ressecam com o ar seco, o que pode causar uma inflamação e piorar os casos de rinite, sinusite, bronquite, asma e DPOC.

Os sintomas mais comuns nessa estação do ano são:

  • Coriza
  • Coceira no nariz
  • Dores de cabeça
  • Dores de garganta
  • Dores no corpo
  • Espirros
  • Tosse seca

Além dos sintomas das próprias doenças respiratórias crônicas. 

Leia também: Doenças respiratórias crônicas e Covid-19: quais os impactos para os pacientes 

Entenda qual a diferença entre gripes e resfriados

Apesar de bem parecidos, gripe e resfriado têm sintomas e características distintas que fazem diferença na hora do seu médico fazer um diagnóstico.

Gripe

A gripe é causada pela transmissão do vírus influenza e, por isso, é tão importante tomar a vacina contra ele se você faz parte dos grupos prioritários.

Normalmente, a gripe tem um início repentino, podendo começar de um dia para o outro e, na maioria das vezes, os seus sintomas são generalizados, ou seja, pelo corpo todo. Os sintomas podem ser febres, dores musculares, tosse, dor de garganta, cansaço, mal-estar, perda de apetite e, às vezes, coriza.

Os sintomas podem durar até duas semanas e devem ser tratados com medicamentos de acordo com indicação médica para não gerar complicações.

Resfriado

O resfriado normalmente tem um início gradual, pode começar com espirros frequentes, evoluir para coriza e outros sintomas mais fortes. Os sintomas, no geral, são localizados entre nariz e garganta podendo variar entre tosses leves, dores de garganta, coriza, espirros, dores no corpo e, às vezes, cansaço.

O resfriado tem a recuperação mais rápida e os sintomas podem durar cerca de 5 dias sem muitas complicações.

Tanto o resfriado quanto a gripe podem ser transmitidos por gotículas liberadas por tosse ou espirros de pessoas já infectadas. Outra forma dessa transmissão é o contato com objetos infectados, catracas de transportes públicos, maçanetas de porta, dinheiro e assim por diante.

Por esse motivo é sempre muito importante manter as mãos lavadas e higienizadas com álcool em gel.

Como cuidar da saúde e se prevenir dos vírus no inverno?

Existem muitas maneiras de cuidar da sua saúde durante o inverno. Queremos ajudar você nesse processo para que você possa ficar mais disposto nessa época do ano e evitar não só gripes e resfriados, mas também as crises de doenças crônicas e outras complicações que possam aparecer.

Separamos uma lista com vários cuidados importante para serem tomados durante o inverno. Confira:

  • Cuidado com choques térmicos ao sair do banho, procure se trocar no banheiro;
  • Não tomar banhos tão quentes para não ressecar a pele;
  • Evite a friagem da rua;
  • Evite exercícios ao ar livre em dias mais secos;
  • Evite locais muito fechados;
  • Manter, pelo menos, uma fonte de ventilação no ambiente;
  • Lavar e secar bem mantas, cobertores e blusas;
  • Manter as mãos sempre higienizadas;
  • Manter as vacinas em dia;
  • Manter uma boa alimentação;
  • Não compartilhar objetos pessoais;
  • Se agasalhar bem;
  • Tome MUITA água;
  • Umidifique os ambientes;
  • Mantenha narinas e olhos hidratados.

 Leia também: Covid-19: dicas para aumentar a imunidade

 É importante você sempre tentar consultar um médico antes de se automedicar contra esses sintomas já citados. Caso você tenha alguma doença respiratória crônica, seu cuidado deve ser ainda maior.

As crises de doenças respiratórias crônicas que já são um tanto chatas e complicadas, no inverno, elas podem se tornar mais frequentes e mais fortes, mas depende muito de cada caso e de cada organismo. De qualquer forma, não vai ser legal ficar resfriado também, certo?

Se você tem alguma doença crônica, o FazBem é o seu lugar ideal. Aqui temos conteúdos exclusivos e cheio de informações importantes para você manter sua saúde ainda melhor e conseguir entender o seu tratamento.

 

 

 

Referencias:
https://www.spdm.org.br/saude/noticias/item/2900-mudancas-de-tempo-podem-afetar-nossa-saude  
https://www.saopaulo.sp.gov.br/ultimas-noticias/durante-o-inverno-cuidados-com-saude-devem-ser-redobrados/
https://www.saude.sp.gov.br/ses/noticias/2016/junho/chegada-do-inverno-exige-cuidados-extras-com-a-saude
https://www.institutomaissaude.org.br/blog/saude-e-bem-estar/saude-no-inverno-saiba-como-se-cuidar
http://www.coronavirus.pr.gov.br/Campanha/Pagina/Saiba-diferenca-entre-Covid-19-resfriado-e-gripe
https://www.einstein.br/noticias/noticia/gripe-ou-resfriado-qual-a-diferenca
BR-13421. Material destinado a pacientes. Jul/2021
 
 
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.