Diabetes tem cura?

enfermeira-medindo-o-indice-de-glicose-de-uma-mulher-negra

enfermeira-medindo-o-indice-de-glicose-de-uma-mulher-negra

 A procura por uma cura para o diabetes é uma das buscas mais frequentes e um desejo muito grande para muitos dos pacientes que convivem com a doença.

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, hoje, há mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes no Brasil, o que representa 6,9% da população.

Um dos equívocos mais comuns quando o assunto é diabetes é a “cura” do diabetes tipo 2. Esse mal-entendido acontece, pois, por meio de mudanças no estilo de vida é possível que a doença entre em remissão. Ainda assim não podemos chamar de cura pois, uma vez que esse controle deixa de acontecer, é possível que os sinais voltem a aparecer.

Apesar do diabetes não ter cura, a doença tem controle e mudanças de hábitos são necessárias para garantir a qualidade de vida dos pacientes com este diagnóstico.

Confira, ao longo do texto, mais detalhes sobre o que é diabetes, como controlar a doença, além dos estudos que estão sendo realizados para melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

O que é o diabetes?

Diabetes é uma doença crônica causada por um defeito da não produção ou má utilização da insulina pelo corpo, o que causa aumento dos níveis de glicose (açúcar) no sangue.

A insulina é um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue. Para gerar energia para o corpo, a glicose precisa “entrar” nas células (músculos, coração, olhos etc) e a insulina é a responsável por “abrir a porta” da célula, permitindo entrada da glicose para gerar energia.

Se não há insulina ou se ela não funciona adequadamente, não há entrada de glicose nas células e os níveis no sangue ficam altos (o que chamamos de hiperglicemia). Se esse quadro permanecer por longos períodos, poderá haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

Há basicamente três tipos principais de diabetes. São eles:

Diabetes tipo 1: essa forma de diabetes é a menos comum. Ela é hereditária e, geralmente, diagnosticada durante a infância ou adolescência. Nas pessoas que têm o diabetes tipo 1, o sistema imunológico ataca as células responsáveis pela produção de insulina no pâncreas.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Diabetes (SD) Hoje, o tipo 1 representa entre 5 e 10% do total de pessoas diagnosticadas com diabetes no Brasil.

Diabetes tipo 2: esse tipo de diabetes acomete cerca de 90% dos pacientes (dados SBD) e se manifesta frequentemente em adultos. Ela acontece quando o organismo não consegue utilizar adequadamente a insulina que produz ou, já nos casos mais avançados, quando já há falha na produção de insulina pelo pâncreas.

A instalação do quadro é mais lenta e os sintomas - sede, aumento da diurese, dores nas pernas, alterações visuais e outros - podem demorar vários anos até se apresentarem.

Diabetes Gestacional: O diabetes gestacional é uma condição temporária que acontece durante a gravidez. Ela afeta entre 15% das gestantes e implica risco aumentado do desenvolvimento posterior de diabetes para a mãe e o bebê, ainda segundo a SBD.

Como controlar o diabetes

O diabetes é uma doença que exige um cuidado minucioso, pois é um fator de risco para diversas complicações como doenças cardiovasculares, doenças renais.

Para evitar as complicações do diabetes, é muito importante que o tratamento seja contínuo e o nível de glicose no sangue seja sempre monitorado e controlado.

É importante que o paciente compareça às consultas regularmente, conforme a determinação médica, nas quais ele deverá receber orientações sobre a doença e seu tratamento, tais como:

  • As orientações nutricionais adequadas;
  • Como usar a insulina ou outros medicamentos;
  • Como usar os aparelhos que medem a glicose e as canetas de insulina;
  • Fornecer orientações sobre a realização de exercícios físicos;
  • Fornecer orientações de como proceder em situações de hipo ou hiperglicemia;
  • Como evitar complicações.

Por isso, peça recomendações ao seu médico para saber de quanto em quanto tempo você dever retornar as consultas, como controlar corretamente a diabetes, orientações para uma melhorar a qualidade e vida e começar a ter hábitos saudáveis.

Dá para prevenir o diabetes?

O que é melhor para prevenir o diabetes: evitar comer muito açúcar, ter uma dieta balanceada? 

Uma pesquisa mostrou que maioria dos brasileiros acredita que evitar doces previne a diabetes, mas desconhece a importância da atividade física para evitar a doença.

A melhor forma de prevenir o diabetes e diversas outras doenças é a prática de hábitos saudáveis:

  1. Comer diariamente verduras, legumes e, pelo menos, três porções de frutas;
  2. Reduzir o consumo de sal, açúcar e gorduras;
  3. Parar de fumar;
  4. Praticar exercícios físicos regularmente (pelo menos 30 minutos todos os dias);
  5. Manter o peso controlado.

O diabetes não tem cura, mas...

O diabetes não tem cura, mas como podemos ver, pode ser prevenido e tratado.

Os principais cuidados para tratar o diabetes incluem:

  • Tipo 2: dependendo da gravidade, ele pode ser controlado com atividade física e planejamento alimentar. Em outros casos, exige o uso de medicamentos e/ou insulina para controlar a glicose;
  • Tipo 1: essa variedade é sempre tratada com insulina, planejamento alimentar e atividades físicas, para ajudar a controlar o nível de glicose no sangue.

Vale ressaltar que as mudanças de hábitos e a utilização dos medicamentos corretamente permite o controle da doença, reduzindo os sintomas e garantindo uma melhor qualidade de vida.

Quaisquer que sejam os sintomas, um médico deve ser procurado imediatamente para a realização de exames a fim de esclarecer o diagnóstico.

Esperamos ter ajudado a entender o que é o diabetes e a importância do controle da doença.

Confira também outros conteúdos no nosso blog e compartilhe nas redes sociais.

 

 
 
Referências
  1. https://www.diabetes.org.br/publico/diabetes/oque-e-diabetes
  2. https://www.ladoaladopelavida.org.br/doencas-cronicas-o-que-e-doencas-autoadquiridas
  3. https://www.diabetes.org.br/publico/colunas/88-dra-andressa-heimbecher-soares/1036-diabetes-tipo-2-tem-cura#:~:text=Quando%20analisamos%20pela%20%C3%B3ptica%20da,podem%20at%C3%A9%20serem%20n%C3%ADveis%20normais.
  4. https://www.programafazbem.com.br/Diabetes
  5. https://www.diabetes.org.br/publico/diabetes/oque-e-diabetes
  6. https://www.endocrino.org.br/o-que-e-diabetes/
  7. http://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/diabetes
  8. https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-cronicas/diabetes/maioria-dos-brasileiros-acredita-que-evitar-doces-previne-diabetes/
BR-12310. Material destinado a pacientes. Maio/21
 
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.