Fumar pode aumentar o Colesterol?

Você já ouviu falar algo sobre a relação entre tabagismo e colesterol?

A verdade é que os ditos populares acerca do tema são extensos. Há quem diga que parar de fumar aumenta e há quem diga que diminui o colesterol.

Que tal conferir a verdade sobre a relação do tabaco com o colesterol e sanar essa dúvida de uma vez por todas?

Qual relação do tabagismo com as doenças do coração?

A população mundial está próxima de atingir a marca de 8 bilhões de habitantes e, deste número:

  • 1 bilhão são tabagistas;
  • A dependência do fumo foi responsável por mais de 7,6 milhões de mortes em 2019; [2]
  • No Brasil, estima-se que doenças cardiovasculares matam de 300 a 400 mil pessoas por ano, fazendo com que essa seja a primeira causa de mortalidade no país; [3]
  • Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, 40% da população, algo estimado em mais de 4 milhões de brasileiros, têm colesterol elevado. [1]

Todos esses dados estão relacionados com a pesquisa mundial sobre a relação do tabagismo, doenças cardiovasculares e o colesterol.

O tabagismo é reconhecido como uma doença crônica gerada pela dependência da nicotina. As mais de 4.700 substâncias tóxicas existentes no cigarro são extremamente prejudiciais à saúde e transformam o tabagismo em um importante fator de risco isolado para cerca de 50 doenças, muitas delas graves e fatais, como o câncer e as doenças cardiovasculares. [5,6,7]

O cigarro possui uma relação direta com as doenças cardiovasculares, pois ele é um dos maiores agressores da parede de células que recobre os vasos sanguíneos do coração (Endotélio). O ato de fumar faz com que as artérias fiquem vulneráveis ao acúmulo de gordura. Há, também, uma interferência no mecanismo de contração e relaxamento, o que pode resultar na dificuldade para o sangue circular. [5]

Esses são apenas alguns dos problemas que o tabagismo pode causar à saúde do coração.  Você deve estar se perguntando: mas qual relação com o colesterol?

Bom, a nicotina libera a adrenalina que influencia na redução de consumo de oxigênio, o que faz com que o corpo passe a absorver mais colesterol. [5]

Por esse motivo, fumar pode sim aumentar o colesterol, uma vez que o corpo absorverá mais colesterol do que o normal. Dessa forma, se a pessoa não tiver hábitos saudáveis, é possível que o tabagismo aumente os níveis de colesterol ruim no corpo. [5]

Vale ressaltar que qualquer tipo de tabaco pode estimular a produção de novas placas nas artérias e piorar a aterosclerose (acúmulo de gordura nas paredes das artérias). [5]

Por isso, parar de fumar é um passo importante para cuidar da sua saúde.

Quer parar de fumar?

Você quer parar de fumar, mas não sabe por onde começar? Aqui vão algumas informações que podem ajudar.

A primeira coisa que você precisa saber é que o tabagismo é uma doença e que, por isso, você pode apresentar sintomas desagradáveis quando fica sem fumar por algum tempo. [8]

A segunda coisa muito importante que queremos informar é que, desde 2002, o Ministério da Saúde, juntamente com as Secretárias Estaduais e Municipais de Saúde, disponibiliza rede de unidades de saúde do SUS para oferecer o tratamento para pessoas que desejam parar de fumar. [8]

O tratamento é realizado por profissionais de saúde e composto de uma avaliação individual, passando depois por consultas individuais ou sessões de grupo de apoio, nas quais o paciente fumante entende o papel do cigarro e dos outros produtos derivados de tabaco na sua vida, recebe orientações de como deixar de fumar, como resistir à vontade de fumar e, principalmente, como viver sem produtos derivados de tabaco. [8]

Agora, se você já tentou parar anteriormente e não conseguiu, não desanime! Isso já é esperado. Segundo o Instituto Nacional do Câncer, estudos apontam que, em média, um ex-fumante tenta parar de fumar entre três à quatro vezes até conseguir definitivamente. A cada tentativa, se conhece as maiores dificuldades e aprende-se a controlá-las, sem fumar. [8]

Mesmo que seja difícil no começo e que você enfrente algumas dificuldades, parar de fumar é possível e trará uma série de benefícios para sua saúde. Procure o seu médico e confira as opções de tratamento.

Confira, também, outras informações que ajudarão a controlar o seu colesterol!

Venha conhecer a campanha do FazBem: Não vacila com o Colesterol! Lá, você encontra uma série de informações úteis para ajudá-lo na busca por uma vida com mais bem-estar e qualidade de vida.

Acesse agora! https://materiais.programafazbem.com.br/campanha-colesterol-az

 
 
 
Referências:
  1. https://www.ladoaladopelavida.org.br/colesterol-o-que-e-doencas-autoadquiridas
  2. https://www.inca.gov.br/observatorio-da-politica-nacional-de-controle-do-tabaco/dados-e-numeros-prevalencia-tabagismo
  3. http://www.cardiometro.com.br/
  4. http://socios.cardiol.br/noticias/colesterol.asp
  5. https://www.hcor.com.br/imprensa/noticias/cardiologista-do-hcor-alerta-cigarro-e-um-dos-maiores-causadores-de-doencas-cardiovasculares/
  6. http://www.santalucia.com.br/noticias/tabagismo-e-fator-de-risco-importante-para-cerca-de-50-doencas/
  7. http://www.fpcardiologia.pt/saude-do-coracao/factores-de-risco/tabagismo/
  8. https://www.inca.gov.br/perguntas-frequentes/quais-sao-doencas-causadas-pelo-uso-cigarro-e-outros-produtos-derivados-tabaco
BR-13596. Material destinado a pacientes. Ago/2021
 
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.