Hipertensão: como lidar com as mudanças na rotina?

homem_medindo_pressao

homem_sentado

Vamos conversar sobre o cotidiano de pacientes com hipertensão arterial?

Ser diagnosticado com qualquer doença crônica é um momento difícil para muitos pacientes, isso porque ter que lidar com o fato de ter uma doença que necessita de cuidados especiais para o resto da vida pode ser muito assustador. 1

Por isso, é muito comum que, diante de um diagnóstico de uma doença crônica como a hipertensão arterial, os pacientes vivenciem muitos sentimentos até que haja a compreensão sobre a doença, como tratá-la e as mudanças necessárias no estilo de vida. 1

Aliás, você sabe o que é Hipertensão Arterial? A hipertensão arterial, usualmente chamada de pressão alta, é a elevação dos níveis de pressão sanguínea nas artérias. 2

A pressão arterial é a força exercida pelo sangue bombeado pelo coração dentro vasos sanguíneos. Quando as artérias oferecem algum tipo de resistência à passagem do sangue, essa força é aumentada, caracterizando um quadro de pressão alta. 2

Os estudos revelam que a hipertensão arterial é considerada, atualmente, um sério problema de saúde pública no Brasil e levanta preocupações pela sua expressiva prevalência, por ser assintomáticas e pelas graves complicações que ele pode causar, levando a incapacidades permanentes. 3

Uma vez diagnosticados com a hipertensão arterial é comum que os pacientes tenham que utilizar medicamentos escritos por especialistas, mas também necessite de mudanças no estilo de vida. 1

Quer saber mais detalhes sobre algumas dessas mudanças? Acompanhe o texto!

A vida após a descoberta da hipertensão arterial

Uma das coisas mais importantes que um paciente diagnosticado com pressão alta precisa ter em mente é que tomar atitudes para conter a evolução da doença é evitar riscos maiores a longo prazo, como doenças cardíacas e problemas renais. 1,2

Lembre-se: uma doença crônica como a hipertensão arterial, não tem cura, mas tem tratamento.  Por sua vez, o tratamento é muito mais que um método para controlar sintomas, é lidar com incapacidades, adaptações do estilo de vida, mudanças psicológicas e sociais que uma doença incurável a longo prazo traz para a vida do paciente e seus familiares. 1,3,4

Os estudos revelam que muitos pacientes, após o diagnóstico da doença, passam por um período de irritabilidade e autodepreciação. Apresentando, muitas vezes, sentimentos de desamparo, desesperança, raiva, depressão, tristeza e solidão, que podem gerar angústia.

Esse é um processo de mudança muito complicado, mas completamente possível. Com comprometimento às mudanças no estilo de vida é possível ter uma doença controlada com uma rotina de saúde, qualidade de vida e bem-estar. 1

Algumas dessas mudanças podem incluir:

  • Redução do peso corporal;
  • Quantidade de ingestão do sal;
  • Redução do consumo de bebidas alcoólicas;
  • Adoção de prática de exercícios físicos com regularidade. 1

Mas, calma, algumas dessas mudanças não ocorrem do dia para a noite. Você passará por todo um processo de adaptação para um novo estilo de vida.

Muitas vezes, esse período requer calma, paciência e ajuda da sua equipe médica. Todos os profissionais estão ali para ajudá-lo a enfrentar esses problemas e alcançar uma qualidade de vida. Confie no seu médico e no seu tratamento.1,3,4

O tratamento da hipertensão é o controle diário. Esse controle pode ser feito por meio de remédios e adoção de alguns hábitos que ajudam a controlar a doença. 5

O mais importante é lembrar que apenas um médico pode orientá-lo sobre quais remédios e hábitos adotar à sua rotina para ajudar no controle da hipertensão. 5

Outro ponto importante para esclarecermos sobre a pressão alta e como ela funciona na prática no dia a dia. 5

Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), a pressão arterial pode variar durante o dia. A tendência é que ela diminua quando estamos dormindo e aumente quando realizamos esforços físicos. Para pessoas que possuem a doença, essa pressão pode variar não apenas nessas ocasiões. 5

Como perceber que a pressão está alta?

Muitas pessoas acreditam que a pressão arterial só sofre alterações quando ficamos ruborizados, com raiva, tensos, animados demais, mas isso é tabu. Ainda segundo a SBEM embora seja possível isso acontecer, a hipertensão pode não estar relacionado apenas a essas situações. 5

A recomendação da SBEM é que o paciente com hipertensão verifique os níveis de sua pressão de 2 a 4 vezes por dia. Isso porque a hipertensão é considerada uma doença silenciosa, ou seja, que não costuma provocar sintomas nas maiorias dos pacientes. 6,7

Na maior parte dos casos, os sintomas aparecem apenas quando o paciente manifesta uma crise hipertensiva, ou seja, um pico na regulação arterial. 6,7

Segundo o InformaSUS-UFSCar, os sintomas que costumam aparecer quando a pressão está muito alta são:8

Como realizar esse controle?

Controlar os fatores de risco, adotar novos hábitos e fazer o acompanhamento médico correto são os principais caminhos para prevenir a hipertensão e viver com qualidade de vida. 9

O tratamento da hipertensão requer uma mudança no estilo de vida e abandono de antigos hábitos e novos devem ser inseridos, entre os principais a medição da pressão de forma regular. 9

Como vimos, a pressão pode variar durante o dia. Por isso, uma das melhores formas de controlá-la é fazer a medicação ao longo do dia.

O seu médico pode pedir que você registre sua pressão arterial em casa para, posteriormente, fornecer as informações para a verificação do efeito do tratamento.9

O monitoramento residencial é uma forma importante de acompanhar se o tratamento da pressão arterial está funcionando ou de diagnosticar o agravamento. Monitores de pressão arterial domésticos são amplamente disponíveis e baratos e você não precisa de receita para comprá-los. 9

É importante fazer a medição diariamente, anotar informações que você acha pertinentes para informar ao médico na sua próxima visita. 9

Sobre outras mudanças de hábitos, você pode conversar com o seu médico, pois ele é o profissional mais indicado para oferecer orientações sobre o que pode ajudar o seu tratamento.

Você também pode contar com a ajuda do FazBem. No blog, você encontra conteúdos incríveis para ajudar a manter a saúde em dia. Acesse e confira!

 

 

 

 

Referências:
  1. https://www.scielo.br/j/reeusp/a/NJbvY7wrCfnNdxqbCZccnxM/?lang=pt
  2. https://blog.programafazbem.com.br/post/voce-sabe-o-que-e-pressao-alta-e-como-controla-la
  3. http://reme.org.br/artigo/detalhes/270
  4. https://repositorio.unip.br/wp-content/uploads/tainacan-items/34088/53004/V26_N3_2008_p304-309.pdf
  5. https://www.endocrino.org.br/10-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-hipertensao/
  6. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cartilha_pressao_fe_vida.pdf
  7. https://www.mdsaude.com/hipertensao/pressao-arterial-muito-alta/
  8. https://www.informasus.ufscar.br/controlar-a-pressao-arterial-no-dia-a-dia-o-que-fazer-alem-dos-remedios/
  9. https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/high-blood-pressure/diagnosis-treatment/drc-20373417
BR-16001. Material destinado a todos os públicos. Dez/2021
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.