Homem também pode ter câncer de mama?

 Você já ouviu falar sobre câncer de mama masculino?

Certamente você já ouviu falar de câncer de mama, mas sempre que ouvimos algo sobre essa patologia, é comum estar relacionado a saúde das mulheres. No entanto, homens também pode ter câncer de mama.

Você pode estar pensando: os homens não têm seios, então como podem ter câncer de mama?

A verdade é que meninos e meninas, homens e mulheres, todos têm tecido mamário.

Segundo dados de uma Organização destinada a Câncer de Mama dos EUA, apesar de raro e acometer menos de 1% de todos os cânceres de mama, ele pode ocorrer em homens. Em 2021, espera-se que, aproximadamente, 2.600 homens sejam diagnosticados com a doença e estima-se que, aproximadamente, 600 deles, venham a óbito em decorrência da doença.

Ficou curioso para saber, o que é o câncer de mama masculina, quais os sintomas e como preveni-lo?

Fique tranquilo que, no texto de hoje, vamos abordar tudo que você precisa saber sobre o câncer de mama masculino.

O câncer de mama masculino

O câncer de mama é mais comumente encontrado em mulheres, mas os homens também podem ter. 

Todas as pessoas nascem com algumas células e tecidos mamários e mesmo que os homens não desenvolvam seios produtores de leite, as células e os tecidos mamários de um homem ainda podem desenvolver câncer.

O câncer de mama masculino ocorre quando algumas células da mama se dividem mais rapidamente do que as células saudáveis. As células que se acumulam formam um tumor que pode se espalhar (metástase) para tecidos próximos, para os nódulos linfáticos ou para outras partes do corpo.

Os tipos de câncer de mama diagnosticados em homens incluem:

  • Câncer que começa nos dutos de leite (carcinoma ductal). Quase todo câncer de mama masculino é carcinoma ductal;
  • Câncer que começa nas glândulas produtoras de leite (carcinoma lobular). Esse tipo é raro em homens porque eles têm poucos lóbulos no tecido mamário;
  • Outros tipos de câncer. Outros tipos mais raros de câncer de mama que podem ocorrer em homens incluem a doença de Paget do mamilo e o câncer de mama inflamatório.

Segundo dados da Clínica “Mayo” e a Fundação de Câncer de Mamam dos Estados Unidos, a maior parte dos casos de câncer de mama masculino, ocorrem em homens com mais de 50 anos, embora a doença possa ocorrer em qualquer idade.

Além disso, o câncer de mama masculino possui uma maior taxa de mortalidade. Isso ocorre, principalmente, porque a consciência do câncer entre os homens é menor, além de que homens são menos propensos a presumir que um nódulo possar ser câncer de mama, o que pode atrasar a procura por tratamento.

Sintomas do câncer de mama masculino

O câncer de mama masculino pode apresentar os mesmos sintomas que o câncer de mama em mulheres.

A detecção precoce do câncer de mama aumenta as opções de tratamento e geralmente reduz o risco de morrer.

Por isso é importante ficar atento aos sintomas e, caso você tenha um forte histórico familiar de câncer, procure um médico.

Os sintomas mais comuns de câncer de mama em homens podem incluir:

  • Um caroço indolor ou inchaço no tecido mamário;
  • Alterações na pele que cobre os seios, como covinhas, enrugamento, vermelhidão ou descamação;
  • Secreção mamilar;
  • Puxando o mamilo ou dor na área do mamilo.

Vale ressaltar que esses sintomas podem ocorrer com outras doenças que não sejam cânceres. Mas fique atento caso apresente algum sintoma que o preocupe e consulte seu médico.

Fatores de risco para câncer de mama em homens

Diversos fatores podem aumentar o câncer de mama masculino. No entanto, ter alguns desses fatores não significa que você terá câncer de mama.

Os fatores de risco incluem:

Idade: o risco de câncer de mama aumenta com a idade. O câncer de mama masculino é mais frequentemente diagnosticado em homens na faixa dos 60 anos.

Exposição ao estrogênio: o crescimento das células mamárias, normais e anormais, é estimulado pela presença de estrogênio. Se você toma medicamentos relacionados ao estrogênio, como os usados ​​na terapia hormonal para o câncer de próstata, o risco de câncer de mama aumenta.

História familiar de câncer de mama: o risco de câncer de mama em homem aumenta quando há parentes próximos quem têm ou tiveram câncer de mama.  

Síndrome de Klinefelter: essa síndrome genética ocorre quando os meninos nascem com mais de uma cópia do cromossomo X. A síndrome de Klinefelter causa desenvolvimento anormal dos testículos. Como resultado, os homens com essa síndrome produzem níveis mais baixos de certos hormônios masculinos (andrógenos) e mais hormônios femininos (estrógenos).

Doença hepática: certas condições, como cirrose hepática, podem reduzir os hormônios masculinos e aumentar os femininos, aumentando o risco de câncer de mama.

Obesidade: a obesidade está associada a níveis mais elevados de estrogênio no corpo, o que aumenta o risco de câncer de mama masculino.

Doença do testículo ou cirurgia: lesões, inchaço ou cirurgia para remover os testículos podem aumentar o risco de câncer de mama.

O que fazer para reduzir o risco de câncer de mama masculino?

Como a causa da maioria dos cânceres de mama não é conhecida, não há maneira exata de evitá-los. Mas há algumas coisas que um homem pode fazer para diminuir o risco de câncer de mama.

Manter uma vida saudável e fisicamente ativa é essencial para prevenir diversas doenças, incluindo o câncer de mama masculino. Segundo a Sociedade Americana de Câncer é importante:

  • Manter o peso e alimentação saudáveis;
  • Evitar o consumo excessivo de álcool;
  • Manter a prática de exercícios físicos;
  • Não fumar.

Também é importante seguir as diretrizes de rastreamento recomendadas, que podem ajudar a detectar certos tipos de câncer precocemente.

Genes herdados aumentam o risco de câncer de mama

Segundo dados da Organização Nacional de Câncer de Mama e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA:

Algumas pessoas herdam genes anormais (mutantes) de seus pais que aumentam o risco de câncer de mama.

Mutações em um dos vários genes, especialmente os genes chamados BRCA1 e BRCA2, aumentam o risco do desenvolvimento de câncer de mama e de próstata. Por isso, quando há um forte histórico familiar de câncer é recomendado o teste de genético para identificar se o paciente possui um desses genes.

Quando um homem possui um dos genes defeituosos, isso eleva as chances de, futuramente, ser diagnóstico com câncer de mama e seus filhos também possuem 50% de chance de carregar o gene. Além disso:

  • Um filho do sexo masculino de um homem com câncer de mama que herda o gene BRCA2 defeituoso tem apenas aproximadamente 6% de chance de, eventualmente, desenvolver câncer de mama e pouco mais de 1% com o BRCA1.
  • Uma filha de um homem com câncer de mama que herda o gene defeituoso tem um risco entre 40% e 80% de desenvolver câncer de mama.
  • Homens com predisposição genética para câncer de mama (portadores da mutação do gene BRCA2) também têm maior risco de desenvolver câncer de próstata em uma idade mais jovem do que o normalmente diagnosticado, bem como maior risco de melanoma e câncer de pâncreas.

Como o câncer de mama em homens é tratado?

Segundo o Instituto Oncoguia, por existirem poucos estudos clínicos sobre o tratamento do câncer de mama em homens, a maioria dos médicos baseia as recomendações de tratamento sobre a patologia em resultados de estudos do câncer de mama em mulheres.

Dessa forma, exceto em algumas pequenas variações, o câncer de mama em homens é tratado da mesma forma que o câncer de mama em mulheres e pode incluir cirurgia, quimioterapia, radioterapia, terapia hormonal e terapia direcionada.

Como é o tratamento para câncer de mama?


Vale ressaltar que o curso de tratamento mais favorável dependerá de diversos fatores, incluindo o tamanho e a localização do tumor de mama, o estágio do câncer e os outros resultados laboratoriais também são fatores que são levados em consideração para o tratamento indicado pelo médico.

A coisa mais importante para se saber sobre o câncer de mama é procurar ajuda de um médico caso você identifique algum problema.

Lembre-se que a detecção precoce salva-vidas. Por isso, procure um médico sempre que necessário.

 

 

 

 

Referência:
https://www.breastcancer.org/symptoms/types/male_bc
https://www.cdc.gov/cancer/breast/men/index.htm
https://www.nationalbreastcancer.org/male-breast-cancer
https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/male-breast-cancer/symptoms-causes/syc-20374740#:~:text=Male%20breast%20cancer%20is%20a,can%20occur%20at%20any%20age.
https://www.cancer.org/cancer/breast-cancer-in-men/about/what-is-breast-cancer-in-men.html
https://www.cancer.org/cancer/breast-cancer-in-men/causes-risks-prevention/prevention.html
http://www.oncoguia.org.br/conteudo/tratamento-do-cancer-de-mama-em-homens-por-estagio/3342/551/#:~:text=Na%20maioria%20dos%20homens%2C%20%C3%A9,c%C3%A9lula%20cancer%C3%ADgenas%20remanescente%20da%20cirurgia.
BR - 11999. Material destinado a pacientes. Mar/21
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.