Médico especialista no tratamento de pacientes com diabetes: conheça o Endocrinologista

 

Você sabia que existe um médico especialista no tratamento de pacientes com diabetes para ajudar, orientar e conduzir o seu caso da melhor forma possível? Estamos falando do endocrinologista. Apesar do nome “difícil”, esse profissional pode ser um grande parceiro para deixar a sua vida mais fácil.

Se você não conhece ou ainda tem dúvidas sobre quando precisa da ajuda deste especialista (além do tratamento do diabetes) e está procurando dicas de como buscar a ajuda de um endocrinologista, fique por aqui! O Programa Faz Bem reuniu muita informação importante para você. Confira!

O que é o sistema endócrino?

O sistema endócrino é responsável pela produção de hormônios, que são secretados no sangue e regulam diferentes células e tecidos do organismo. As células especializadas responsáveis pela produção dos hormônios são conhecidas como células endócrinas.

O que faz o endocrinologista?

O endocrinologista estuda as desordens do sistema endócrino e, consequentemente, dos hormônios. Não é de hoje que a endocrinologia vem despertando o interesse de muita gente. Ela é uma das especialidades médicas mais requisitadas atualmente e é de suma importância para manter a saúde em dia.

Eles lidam com o metabolismo, ou seja, todos os processos bioquímicos que fazem seu corpo funcionar, incluindo como seu corpo transforma o alimento em energia e como ele se desenvolve.

A endocrinologia é um campo muito amplo, que cuida de condições que afetam:

  • Adrenais, glândulas que ficam em cima dos rins e ajudam a controlar coisas como pressão arterial, metabolismo, resposta ao estresse e hormônios sexuais;
  • Metabolismo ósseo, como osteoporose;
  • Colesterol;
  • Hipotálamo, a parte do cérebro que, dentre outros, controla a temperatura corporal, a fome e a sede;
  • Pâncreas, que produz insulina e outras substâncias para a digestão;
  • Paratireoides, pequenas glândulas no pescoço, logo atrás da tireoide, que controlam o cálcio no sangue;
  • Pituitária ou hipófise, uma glândula do tamanho de uma ervilha na base do cérebro que mantém seus hormônios equilibrados, pois sua função interfere com a de outras glândulas do corpo. Assim, tem papel fundamental no crescimento, na saúde reprodutiva, na lactação e na função da tireoide;
  • Glândulas reprodutivas (gônadas): ovários nas mulheres, testículos nos homens;
  • Tireoide, uma glândula em forma de borboleta localizada no pescoço que controla o metabolismo, a energia e o crescimento e desenvolvimento do cérebro.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia, entre as principais áreas de atuação do endocrinologista estão:

  

É importante ressaltarmos que controlar essas doenças é tão importante quanto prevenir. O endocrinologista é o profissional que precisa ser procurado para ajudar a evitar que elas se desenvolvam ou gerem complicações que podem comprometer o bem-estar.

E quando procurar um endocrinologista, além das descritas acima, para o diabetes?

  • Se você acabou de ser diagnosticado com diabetes e precisa aprender a controlá-lo.
  • Você usa muitas injeções ou uma bomba de insulina.
  • Seu diabetes está difícil de controlar ou seu tratamento não está funcionando.
  • Se você já tem complicações de diabetes.

Se você toma insulina, provavelmente deve consultar o seu endocrinologista a cada 3 ou 4 meses. Caso contrário, você pode demorar um pouco mais entre as visitas, a cada 4 ou 6 meses.

Veja também: O que acontece no seu corpo quando você não controla o diabetes?

Se você já tem diabetes, o médico endocrinologista perguntará como você se sente, o que está fazendo para controlar seu nível de açúcar no sangue, se você apresentou, desde a última consulta, algum episódio de hipoglicemia (níveis de açúcar no sangue muito baixos), sentiu algum desconforto (falta de ar, palpitações, dores, dormências) ou percebeu algo diferente em seu organismo (alterações na urina, nas fezes, no apetite, inchaço nas pernas, alterações visão, etc.).

Vale a pena manter um diário com registros de glicose no sangue e levá-lo até a sua consulta para que você informe o endocrinologista o que está acontecendo com você.

Ele também pode fazer perguntas sobre os seguintes temas:

 

Também é provável que ele queira checar sua glicemia e peça alguns exames (de sangue, urina etc.).

O que perguntar ao seu endocrinologista?

Conviver com o diabetes pode gerar muitas dúvidas sobre como manejar sua condição e evitar possíveis complicações. Para ajudar, veja algumas perguntas importantes que você pode fazer ao seu endocrinologista.

- Quais tratamentos atualmente disponíveis e indicados para o meu caso?

- Corro o risco de ter complicações do diabetes? Quais?

- Como eu posso prevenir ou adiar essas complicações?

- Quais são os riscos e benefícios do meu tratamento?

- O que eu posso fazer para preservar a saúde dos meus rins e do meu coração?

- O que posso fazer para contribuir com o meu tratamento medicamentoso?

- Como eu controlo minha glicemia e qual é a taxa ideal para o meu caso?

- Quando você recomenda que eu retorne?

Agora que você já tem todas essas informações, não tem mais desculpas para não procurar um endocrinologista, certo?

Se você curtiu essas informações, confira ainda mais conteúdos exclusivos, receitas e dicas para o seu tratamento de diabetes no app do FazBem. O download é gratuito, baixe agora!

 

 

 

Referências:
https://www.sbemsp.org.br/imprensa/releases/180-conheca-os-principais-disturbios-endocrinos
https://www.endocrino.org.br/areas-da-endocrinologia/
https://www.endocrino.org.br/1-de-setembro-dia-do-endocrinologista/
https://www.diabetes.org/healthy-living/medication-treatments/your-health-care-team
https://www.webmd.com/diabetes/what-is-endocrinologist
https://www.hormone.org/support-and-resources/resource-library/questions-to-ask-your-doctor-about-diabetes
 BR-13240. Material destinado a pacientes. Jun/2021
 
 
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.