O que acontece com o corpo quando temos ressaca?

Dor de cabeça, enjoo, tontura, boca seca... quem já acordou com uma ressaca daquelas conhece bem esses sintomas depois de uma noite de exageros.

Mas você já parou para pensar por que esses sintomas acontecem? Afinal, tem alguma maneira de prevenir ou “curar” a ressaca?

Para responder essas perguntas, precisamos entender melhor o que acontece com o nosso corpo quando ingerimos álcool e, mais ainda, o que acontece com ele quando temos ressaca.

Vamos falar sobre o álcool

Com alta aceitação cultural e fácil acesso para a população, o álcool é a substância psicoativa mais consumida pela humanidade. Quem nunca ouviu ou usou o termo “beber socialmente”? Apesar de parecer um hábito saudável, beber para comemorar ou até mesmo para relaxar pode ser muito perigoso para a saúde quando em excesso. 1,2

Ao tomar os primeiros goles da bebida alcoólica, o álcool vai para o estômago, onde é absorvido e passa a viajar pela corrente sanguínea pelos órgãos, até o cérebro. Veja o que acontece no seu corpo ao ingerir álcool: 2

E a ressaca?

De 12 a 24 horas depois de você começar a ingerir a bebida alcoólica, vem a tão temida ressaca, que parece ser um aviso do organismo sobre os perigos do consumo excessivo de álcool. 3

De acordo com o Grupo de Pesquisa da Ressaca do Álcool, a ressaca é definida como a combinação de sintomas mentais e físicos negativos, que podem ser experimentados após um único episódio de consumo de álcool, começando quando a concentração de álcool no sangue se aproxima de zero. 4

Os sintomas mais comuns da ressaca são dor de cabeça, náuseas, problemas de concentração, boca seca, tontura, desconforto gastrintestinal, cansaço, tremores, falta de apetite, sudorese, sonolência, ansiedade e irritabilidade. 2,3

Tudo isso, é causado pela presença do acetaldeído por um tempo prolongado no corpo, o que gera diversas reações, como: 2,3

Desidratação;

 Perda de eletrólitos, podendo causar dores musculares;

 Aumento da produção de suco gástrico, que pode causar irritação gastrintestinal e resultar em dor abdominal, náusea e vômitos.

 Hipoglicemia induzida pelo álcool, que pode afetar o funcionamento cerebral, levando ao cansaço e mudanças de humor observados na ressaca.

 Alterações no padrão do sono, bem como na sua qualidade, levando à fadiga.

Além disso, a ressaca pode afetar, ainda, as memórias de curto e longo prazo, a atenção, a velocidade psicomotora, prejudicar a produtividade e a concentração, causar alterações neurológicas (quando ocorre na adolescência) e aumentar as chances de transtornos por uso de álcool. 3

Como prevenir a ressaca?

Não teria como chegar ao final desse texto sem uma conclusão de como prevenir a ressaca, mas ao que tudo indica, a melhor opção para evitar esse desconforto é não beber. Mas, se for beber, tenha consciência, aposte na moderação e intercale a bebida alcoólica com copos de água, bebendo mais devagar e sempre de estômago cheio. 3

Lembre-se: se você segue algum tratamento com medicamentos de uso contínuo e/ou tem uma doença crônica, converse com o seu médico sobre como a bebida alcoólica pode interagir com os medicamentos e afetar a sua saúde.

 

 

 

 

Referências:
  1. BALDAÇARA, Leonardo; TENG, Chu Tung. Condutas em Psiquiatria. Edição 1. São Paulo: Manole, 2021. Consulta em 23 fev. 2022.
  2. ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA. O que acontece no seu corpo quando você ingere bebida alcoólica?. [ l.], 24 jun. 2016. Disponível em: https://www.spdm.org.br/saude/noticias/item/2266-o-que-acontece-no-seu-corpo-quando-voce-ingere-bebida-alcoolica. Acesso em: 21 fev. 2022.
  3. CENTRO DE INFORMAÇÕES SOBRE SAÚDE E ÁLCOOL. Ressaca: efeitos da intoxicação aguda por álcool: Conheça mais sobre a ressaca: sua definição, fatores que a influenciam e prejuízos associados.. [ l.], 20 mar. 2020. Disponível em: https://cisa.org.br/index.php/pesquisa/artigos-cientificos/artigo/item/34-efeitos-da-intoxicacao-aguda-por-alcool-ressaca#:~:text=Ela%20%C3%A9%20caracterizada%20por%20efeitos,%2C%20sonol%C3%AAncia%2C%20ansiedade%20e%20irritabilidade. Acesso em: 21 fev. 2022.
  4. Verster, Joris C et al. The Alcohol Hangover Research Group: Ten Years of Progress in Research on the Causes, Consequences, and Treatment of the Alcohol Hangover. Journal of clinical medicine 9,11 3670. 16 Nov. 2020. Disponível em https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33207574/ . Acesso em 23 fev. 2022.
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.