O que fazer para evitar uma doença cardíaca?

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo, apesar disso, com alguns cuidados não é difícil preveni-las. Como grande parte da população sabe, a rotina de hábitos para levar uma vida saudável é bastante simples: praticar exercícios físicos com regularidade, ter uma dieta balanceada, não exagerar nas bebidas alcoólicas e não fumar. Mas, além dessas atitudes, quais outros hábitos são aliados da saúde do coração?

Para começar, é importante ter em mente que para evitar uma doença cardíaca é necessário um esforço multidisciplinar. Isto significa que a prevenção possui inúmeras frentes, desde manter hábitos de vida saudáveis até a elaboração de um cronograma de idas ao médico e, em muitos casos, também ao nutricionista e a um educador físico. De acordo com especialistas, um dos mais importantes aliados da saúde cardíaca é o controle dos fatores de risco, como a obesidade, o diabetes, a hipertensão arterial, o colesterol alto, o sedentarismo e o tabagismo.

Investigar e tratar todos esses fatores de risco é fundamental para diminuir o risco de ser pego de surpresa com o coração debilitado. A melhor maneira para fazer isso é manter em dia a rotina de consultas médicas. Com elas, é possível monitorar e prevenir o avanço dessas doenças e ajustar a abordagem de acordo com a sua resposta ao tratamento.

Por mais que alguns casos necessitem de tratamento medicamentoso, a maioria desses fatores de risco são controlados por meio da prática de atividades físicas e dietas saudáveis. Confira abaixo quais são os hábitos que merecem atenção:

  • Pratique pelo menos 2 horas e 30 minutos de exercícios físicos aeróbicos por semana, como caminhada rápida e ciclismo (antes de iniciar as atividades físicas, consulte seu médico);
  • Evite ao máximo ingerir alimentos ricos em gorduras de origem animal e colesterol, como carnes vermelhas e queijos amarelos;
  • Aumente a ingestão de alimentos saudáveis e não industrializados, como azeite de oliva, abacate e soja;
  • Diminua ou interrompa o uso de bebidas alcoólicas;
  • Pare de fumar (caso esteja com dificuldade, converse com o seu cardiologista).

Agora que você já sabe a importância de tratar e controlar os fatores de risco, não deixe de se cadastrar no programa FazBem! Com ele, você tem acesso a inúmeras informações sobre saúde e ainda recebe mais apoio para realizar um ótimo tratamento.

 

 

 

Referências:
www.blog.saude.gov.br/index.php/servicos/31178-dia-mundial-do-coracao-saiba-como-prevenir-doencas-cardiacas
www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5253:doencas-cardiovasculares&Itemid=1096
Icons by The Noun Project
BR- 9714. Material destinado a pacientes. Ago/2020
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.