Os riscos do uso inadequado da medicação de alívio para asma

Se você tem asma, independente da gravidade da doença, você está suscetível a ter uma crise grave. Essas chances podem aumentar ou diminuir dependendo de como você lida com o seu tratamento. Um erro muito comum é utilizar apenas o medicamento de alívio, broncodilatador de curta duração, conhecido também como medicação de resgate, quando os sintomas estão mais fortes. Nesse post, vamos falar sobre os riscos que esse comportamento pode trazer

O uso excessivo da medicação de alívio pode te colocar em risco porque:

  

 

Apesar da medicação de resgate, de curta duração isolada, trazer alívio quase imediato dos sintomas, utilizá-la única e exclusivamente pode colocar a sua saúde em risco. A boa notícia é que as suas atitudes podem fazer a diferença!

O uso de corticoide inalatório reduz a necessidade desse tipo de medicamento e é a medicação usual para o tratamento contínuo. O ideal para manter a sua saúde em dia é manter-se informado sobre a asma e consultar sempre seu médico antes de tomar algum medicamento, seja de alívio rápido ou controle.

A Asma é uma doença inflamatória. Por isso, é necessário tratar a inflamação, que é a causa da doença, para ter um melhor controle da doença. Se sentir necessidade de usar a sua medicação de resgate mais que 3X/semana, procure seu médico, talvez seja necessário ajustar seu tratamento. 
 

 

 

 

Referências:
Global Initiative for Asthma. Global strategy for asthma management and prevention, 2020. Available from: www.g inasthma.org.
https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1806-37132020000100400&script=sci_arttext&tlng=pt
In: Pneumologia Paulista, 2019, São Paulo, SP. ANAIS 18o Congresso Paulista de Pneumologia e Tisiologia, edição suplementar, novembro, 2019. 10-11 p. Características basais e história de exacerbação em pacientes com asma leve: análise post-hoc da população brasileira dos estudos sygma. ISSN: 2448-0533 (on line).
Cançado JED et al. Respira project: Humanistic and economic burden of asthma in Brazil. Journal of Asthma, 2018.
Schatz M et al. Validation of a beta-agonist long-term asthma control scale derived from computerized pharmacy data. J Allergy Clin Immunol.2006;117:995-1000.
Humbert M et al. Budesonide/formoterol for maintenance and reliever therapy in the management of moderate to severe asthma. Allergy. 2008 Dec;63(12):1567-80.
Icons by The Noun Project
BR-8404 Material destinado à pacientes. Mai/2020.
 

Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.