Quais são os sintomas do colesterol alto e como é feito o diagnóstico?

Você sabia que uma pesquisa feita pela Sociedade Brasileira de Cardiologia constatou que os níveis de colesterol elevado atingem cerca de quatro em dez brasileiros adultos?

Certamente, em algum momento da vida, você deve ter ouvido falar sobre o colesterol. A maioria das vezes, deve ter ouvido falar que ele faz mal e que pode causar infarto, AVC, angina entre outras complicações para o organismo.  

Essas informações são verdadeiras, mas há muito mais sobre ele que você precisa saber. E, quando o assunto é colesterol, diversas dúvidas vão surgindo, afinal, ele é uma gordura que pode fazer bem ou mal para o organismo e isso pode causar muita confusão.

Mas não se preocupe, o FazBem está aqui para ajudá-lo a entender o que é o colesterol, quais os sintomas do colesterol alto, como ele é diagnosticado e de quebra ainda apresentar algumas informações para ajudá-lo a cuidar melhor da sua saúde.

O que é colesterol?

Vamos começar esclarecendo o que é o colesterol.

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, o colesterol é um tipo de gordura (lipídio) encontrado naturalmente no nosso corpo. Esse lipídio é fundamental para o funcionamento normal do organismo, estando presente no cérebro, nervos, músculos, pele, fígado, intestinos e coração.  

O nosso corpo utiliza o colesterol para produzir diversos hormônios, como vitamina D e ácidos biliares, que ajudam na digestão das gorduras.

O colesterol do nosso organismo tem duas origens:

  • 70% Endógena: produzido pelo nosso próprio corpo, principalmente pelo fígado.
  • 30% Exógena: adquirido por meio dos alimentos que ingerimos. [4,5]

Dessa forma, existem 3 tipos de colesterol, que são diferentes frações do colesterol total.

Confira mais detalhes sobre os tipos do colesterol no Blog do FazBem, temos uma matéria completa:
Colesterol HDL x LDL: quais as diferenças e os cuidados que você deve tomar?

O colesterol é, ao mesmo tempo, nosso amigo e inimigo. Em níveis normais, ele é uma substância essencial para o funcionamento de nosso corpo, mas, quando em excesso, ele se torna um perigo silencioso.

Quando consumimos alimentos com alto teor de gordura, o fígado produz mais colesterol do que o necessário e isso ocasiona a alteração do nível normal para um que não é saudável.

O colesterol alto (hipercolesterolemia) ocorre, justamente, quando o nosso corpo produz a gordura em excesso que pode ocasionar problemas a saúde.

Você deve estar se perguntando: mas o que ocasiona o colesterol alto?

Alguns fatores podem contribuir para aumento dos níveis de colesterol entre eles:

  • Alimentação: as chamadas dietas ricas em gorduras saturadas, ao contrário das insaturadas, têm a propriedade de aumentar o colesterol;
  • Histórico familiar: pessoas com casos de colesterol alto na família tem um risco maior;
  • Idade e sexo: o risco de ter colesterol alto aumenta com a idade, principalmente em mulheres após a menopausa;
  • Obesidade: pessoas com IMC acima de 30 têm uma propensão maior para colesterol alto;
  • Sedentarismo: o exercício regular aumenta o nível de HDL, um tipo bom de colesterol que faz com que o LDL, o mau colesterol, seja menos prejudicial;
  • Bebidas alcoólicas: o consumo excessivo de bebidas alcoólicas colabora para o colesterol alto, além de aumentar o risco para diversas doenças;
  • Fumo: danifica a parede dos vasos sanguíneos, o que favorece o acúmulo de gordura, além de diminuir o nível do HDL, que é o colesterol bom;
  • Hipotireoidismo: transtorno na tireoide responsável pela queda na produção dos hormônios (triiodotironina e tiroxina), que favorece o colesterol alto;
  • Diabetes: maior propensão a uma taxa alta de triglicerídeos, o que diminui o HDL, o colesterol bom;
  • Doenças renais ou do fígado: prejudicam o metabolismo das gorduras no organismo, o que contribui para ter colesterol alto;
  • Medicamentos: alguns medicamentos podem aumentar o colesterol. [6,8]

Sintomas e diagnóstico de colesterol alto

Uma das dúvidas mais frequentes sobre o colesterol alto são os sintomas. Certamente você já deve ter se perguntando: quais os sintomas de colesterol?

A resposta é: nenhum! O colesterol alto não provoca sintomas.

Muitas pessoas costumam relatar sintomas como cansaço, dor de cabeça, falta de ar. No entanto, não há estudos que comprovem a relação entre esses sintomas e o colesterol alto.

Na maioria dos casos, os sinais aparecem em consequência da formação das placas de gordura nas artérias quando a situação já pode estar avançada, ou seja, quando o colesterol alto causou outros problemas a saúde, como angina do peito e infarto do miocárdio.

Por isso, cuidado! O colesterol alto é uma doença silenciosa, a única maneira de saber como está a sua saúde e os seus níveis de colesterol é por meio de exames do lipidograma.

Por esse motivo, é fundamental avaliar os níveis de colesterol regularmente. Para as pessoas que têm histórico familiar de doenças cardiovasculares precoces, ou seja, em familiares de primeiro grau (exemplo: pai ou mãe), a recomendação dos especialistas é de que o acompanhamento deve ser feito desde a infância.

Já para as demais pessoas a recomendação dos especialistas é que esse acompanhamento seja feito a partir dos 20 anos. [5,7]

Prevenção: o que fazer para manter o colesterol em níveis saudáveis?

Como vimos até aqui, o colesterol está muito relacionado aos nossos hábitos e alimentação. Por isso, a melhor forma de preveni-lo e adotar hábitos saudáveis.

Manter hábitos saudáveis: praticar regularmente exercícios físicos, ter uma alimentação balanceada e variada, dando preferência para os alimentos não processados ou para alimentos minimamente processados, além de não fumar e reduzir o consumo de bebidas alcoólicas, são ótimas medidas para a prevenção da saúde do coração.

Fazer acompanhamento de saúde: lembre-se que não basta apenas adotar hábitos saudáveis, é necessário que haja acompanhamento médico e com nutricionista, se possível. Ir ao médico e realizar exames de sangue regularmente também são formas de prevenção, pois permitem o diagnóstico precoce do colesterol alto.

Vale ressaltar que somente um médico pode diagnosticar um problema de saúde e indicar o melhor tratamento para cada caso.

Conte, também, com a ajuda do FazBem, somos um programa de cuidado e apoio aos pacientes da AstraZeneca. O programa foi criado para oferecer conteúdo para pacientes e cuidadores terem mais bem-estar.

Quer conferir mais informações sobre colesterol? Acesse a campanha “Não Vacila Com o Colesterol” e fique por dentro: https://materiais.programafazbem.com.br/campanha-colesterol-az 

 

 

 
Referências
  1. https://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/UFs/CE/Anexos/S%C3%A9rie%20Sa%C3%BAde%20e%20Bem-Estar%20no%20ambiente%20de%20trabalho%20-%20Colesterol.Vol.02.pdf
  2. https://www.scielo.br/j/rbepid/a/gxFK6KvfqFRPWJxwJKmhFqq/?lang=pt
  3. http://socios.cardiol.br/noticias/colesterol.asp
  4. https://www.diabetes.org.br/publico/ultimas/1561-dez-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-o-colesterol
  5. https://www.einstein.br/especialidades/cardiologia/doencas-sintomas/colesterol
  6. https://www.mdsaude.com/cardiologia/colesterol/colesterol-hdl-ldl-triglicerideos/
  7. https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/high-blood-cholesterol/symptoms-causes/syc-20350800
  8. http://www.ahfcolesterol.org/prevencao-e-tratamento/causas-sintomas-e-tratamento-da-hipercolesterolemia-niveis-altos-de-colesterol-no-sangue-parte-2/
  9. https://vidasaudavel.einstein.br/colesterol-alto-causa-dor-no-peito/
  10. https://www.diabetes.org.br/publico/ultimas/1561-dez-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-o-colesterol
  11. http://www.ahfcolesterol.org/prevencao-e-tratamento/prevencao-e-tratamento-de-colesterol-alto/
BR-13441. Material destinado a pacientes. Jul/2021
 
 
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.