Qual a diferença entre Asma, DPOC e Asma Grave?

médicos-exame-pulmão-diferença-asma-asma grave

médicos-exame-pulmão-diferença-asma-asma grave

Você reconhece a diferença entre Asma, DPOC e Asma Grave?

Respiração difícil, falta de ar, tosse e chiado são sintomas comuns de asma, mas esses sintomas também podem estar presentes na doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Você deve estar pensando: e agora, como diferenciar essas doenças?

Os sintomas podem até ser parecidos, mas não se engane, a asma e a DPOC têm muitas diferenças.

Principalmente quando falamos de sua origem, causa, na forma como a doença age no organismo e tratamento para os pacientes.

Para compreender a diferença entre as doenças, o FazBem criou esse texto que ajudará você a entender o que é asma e DPOC e os principais sintomas. Confira!

O que é Asma

A Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) explica que a asma é uma doença inflamatória crônica que faz as vias respiratórias incharem e estreitarem. Isso dificulta a passagem de ar e torna o ato de respirar um processo mais difícil para o paciente.

Os sintomas da asma podem variar durante o dia, podendo piorar à noite ou de madrugada e com as atividades físicas. Eles também podem variar bastante ao longo do tempo, podendo ficar mais fortes ou mais fracos e, às vezes podem até desaparecer durante um longo tempo.

Por isso, é importante entender que mesmo que a pessoa não apresente sintomas da asma, a doença continua, pois ela não tem cura, mas tem controle.

O que é DPOC

A DPOC, também conhecida como doença pulmonar obstrutiva crônica, é uma condição caraterizada pela limitação da passagem do ar pelos pulmões.

Essa limitação do fluxo aéreo é irreversível e, em sua maioria, está associada a resposta inflamatória anormal dos pulmões devido à inalação de partículas nocivas, principalmente do tabaco, pois a fumaça e outras substâncias presentes no cigarro provocam, aos poucos, destruição do tecido que forma as vias respiratórias.

Além do cigarro, outros riscos como a exposição à fumaça de forno a lenha, trabalho em minas de carvão, alteração genética dos pulmões e exposição a fumada de cigarro de outras pessoas, conhecido como tabagismo passivo, também podem contribuir para o desenvolvimento da DPOC.

A DPOC inclui o diagnóstico de bronquite crônica e enfisema.

  • A bronquite crônica:

    é definida como tosse que produz escarro repetidamente durante dois anos consecutivos. Quando a bronquite crônica envolve obstrução do fluxo aéreo, ela se qualifica como bronquite obstrutiva crônica.
  • Enfisema:

    é definido como a destruição generalizada e irreversível das paredes alveolares (as células que suportam os sacos de ar, ou alvéolos, que compõem os pulmões) e alargamento de muitos dos alvéolos. [6]

O que é Asma Grave

Segundo a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), a asma grave e uma forma mais agressiva da doença inflamatória crônica das vias aéreas que atinge cerca de 10% dos pacientes com asma.

A asma grave é caracterizada quando o paciente não alcança os níveis adequados de controle, mesmo com a realização do tratamento correto e altas doses de medicação.

Ainda segundo a SBPT, cerca de 10 a 15% dos pacientes com asma grave não conseguem controlar a doença com medicamentos convencionais, que são mais eficazes àqueles que apresentam os tipos leve e moderado.

Segundo a Associação Brasileira de Asmáticos, a gravidade da asma é estabelecida pelo médico especialista que avalia tanto o quadro clínico quando os exames realizados e os impactos da doença no dia a dia do paciente.

Diferenciando os sintomas das doenças

Sintomas da asma

Dados da (SBPT) mostram que a asma é uma das doenças crônicas mais comuns e que afeta tanto crianças quando adultos.  Estima-se que cerca de 20 milhões de brasileiros possuem asma.

O paciente com asma pode apresentar seguintes sintomas:

  • Falta de ar ou dificuldade para respirar;
  • Sensação de aperto no peito ou peito pesado;
  • Chiado no peito;

Alguns pacientes também se queixam de sensação de peso ou compressão no peito.

A asma costuma manifestar-se em ataques, que vão e voltam e são desencadeados por alguns fatores conhecidos como viroses respiratórias, fumaça, frio, poeira pelos e animais etc.

Quando fora de crise, o paciente habitualmente pode não apresentar sintomas, porém algum grau de broncoespasmo pode continuar presente, principalmente em pacientes que possuem as formas mais graves da asma.

No caso dos bebês, a crise de asma pode ser identificada por meio de outros sintomas como dedos e lábios roxos, respiração mais rápida que o normal, cansaço excessivo, tosse constante e dificuldade para comer.

Sintomas de DPOC

A doença pulmonar crônica obstrutiva pode apresentar diversos sintomas. Eles costumam ser notados somente após ocorrer significativo dano ao pulmão e, caso o paciente não trate, a doença geralmente pode piorar no decorrer dos anos, principalmente se o paciente continuar com a exposição ao tabaco.

Na fase inicial, a DPOC pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Dificuldade para respirar;
  • Falta de ar;
  • Tosse;
  • Presença de catarro.

Caso não haja tratamento e a doença for se agravando, outros indícios passam a ser notados, como:

  • Chiado no peito;
  • Mais dificuldade para respirar, especialmente se fumar;
  • Necessidade de limpar a garganta ao acordar, devido à quantidade excessiva de muco pulmonar (pigarro);
  • Falta de energia;
  • Presença de infecções respiratórias frequentes;
  • Tornozelos, pés e pernas inchadas;
  • Perda de peso;
  • Dores de cabeça pela manhã.

De forma geral, quando a DPOC se encontra em fase avançada, os sintomas são praticamente diários e intensos. Com isso, a pessoa tende a ter dificuldades na realização de atividades simples do cotidiano e encontra-se quase impossibilitado de praticar atividades físicas devido os sintomas.

Tratamento para asma e DPOC

É importante ressaltar que tanto a Asma quanto a DPOC não têm cura, mas possuem tratamento. Por isso, procure um médico especialista caso você tenha se identificado com alguns dos sintomas.

A sua saúde é o seu bem mais preciso, cuide-se.

Vale lembrar que, caso você tenha o diagnóstico de Asma ou DPOC, é importante manter o tratamento conforme orientação médica.

Caso você esteja procurando mais informações para entender melhor o que é asma ou DPOC, no blog do FazBem você encontra diversas matérias sobre o tema. Acesse e confira!

 

Referências:

  1. https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistahupe/article/download/8488/6311
  2. http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-460X2004000100006
  3. https://sbpt.org.br/portal/espaco-saude-respiratoria-asma/
  4. https://blog.programafazbem.com.br/post/entendendo-a-asma-e-a-importancia-do-tratamento-continuo
  5. https://www.hospitaloswaldocruz.org.br/prevencao-e-saude/palavra-especialista/doenca-pulmonar-obstrutiva-cronica-dpoc
  6. https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/fatos-r%C3%A1pidos-dist%C3%BArbios-pulmonares-e-das-vias-respirat%C3%B3rias/doen%C3%A7a-pulmonar-obstrutiva-cr%C3%B4nica-dpoc/doen%C3%A7a-pulmonar-obstrutiva-cr%C3%B4nica-dpoc?query=DPOC
  7. http://www.abrasaopaulo.org/novidades.asp?codigo=111
  8. https://www.atsjournals.org/doi/full/10.1164/rccm.200409-1181PP
  9. https://www.who.int/gard/publications/The_Global_Impact_of_Respiratory_Disease_POR.pdf
  10. https://www.mdsaude.com/pneumologia/asma/
  11. https://asbai.org.br/como-faco-para-saber-se-tenho-asma/
  12. https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-pulmonares-e-das-vias-respirat%C3%B3rias/doen%C3%A7a-pulmonar-obstrutiva-cr%C3%B4nica-dpoc/doen%C3%A7a-pulmonar-obstrutiva-cr%C3%B4nica-dpoc?query=DPOC
  13. https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/hospital/especialidades/nucleo-doencas-pulmonares-toracicas/Paginas/doenca-pulmonar-obstrutiva-cronica-dpoc.aspx

BR-13275. Material destinado a pacientes. Jul/2021

Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.