Qual a melhor forma de substituir o açúcar quando se tem diabetes?

Você recebeu o diagnóstico de diabetes a primeira coisa que passou na sua cabeça foi “doce”, “açúcar” ou “chocolate”? Se a sua resposta for sim, esse texto é para você!

O diagnóstico de diabetes, normalmente, é dado por conta de um descontrole do açúcar no sangue, então é normal você começar a pensar nele quase que instantaneamente. Mas e se a gente contar para você que não é necessário jogar o açúcar para escanteio completamente?

Existem algumas formas de administrar o açúcar na sua dieta e, mesmo assim, evitar que descontrole o seu diabetes.

Açúcar e diabetes

O brasileiro consome, aproximadamente, 30 kg de açúcar por ano, uma quantia extremamente superior ao que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda: cerca de 18,2 kg ao ano.

O consumo desequilibrado traz diversos prejuízos ao seu equilíbrio corporal, por conta da alteração na glicemia.

Você pode optar por alguns tipos de adoçantes que acabam ajudando na substituição do açúcar. Os mais indicados são os artificiais, como os produtos à base de sacarina, aspartame e sucralose.

Entretanto, é importante saber que não é só o açúcar e o adoçante que vão oferecer glicose ao seu corpo. Todos os alimentos que consumimos durante o dia trazem glicose para o nosso organismo.

Leia também: Cerveja, arroz e pão: os vilões do diabetes

O açúcar é encontrado naturalmente em frutas, vegetais (frutose) e laticínios (lactose). Também é adicionado a alimentos e bebidas por fabricantes de alimentos ou por nós mesmos em casa. Esses tipos de açúcares adicionados são chamados de “açúcares livres”.

Sabemos que o açúcar não causa diabetes. O diabetes tipo 1 é causado por qualquer outra coisa em seu estilo de vida. No diabetes tipo 1, as células produtoras de insulina do pâncreas são destruídas pelo seu próprio sistema imunológico.

O diabetes tipo 2 não é causado diretamente pelo consumo de açúcar em si, entretanto, está associado ao sobrepeso e obesidade. Para saber mais acesse:

 https://blog.programafazbem.com.br/post/alem-da-glicose2

 

Como reduzir o açúcar na sua dieta?

Como já dito antes, você não necessariamente precisa cortar completamente o açúcar de sua dieta, mas, seguindo as orientações de profissionais da saúde, você pode fazer escolhas mais saudáveis em relação a ele.

Médico especialista no tratamento de pacientes com diabetes. Conheça o Endocrinologista!

Quando falamos de reduzir o açúcar, não nos referimos somente a doces, biscoitos e chocolates, mas sim todo o açúcar escondido nos alimentos como feijão cozido, molhos prontos para macarrão, ketchup, iogurtes, refeições prontas e assim por diante.  

Algumas mudanças simples já vão ajudar a reduzir o açúcar livre na sua dieta. Confira:

  • Experimente reduzir o açúcar que você usa nas receitas;
  • Experimente adoçante artificial no lugar do açúcar;
  • Se você normalmente toma bebidas açucaradas, opte por água com sabores naturais, como menta ou limão fatiado;
  • Fique de olho nos rótulos! Por exemplo: muitos alimentos com baixo teor de gordura, contêm mais açúcar à medida que os fabricantes de alimentos o adicionam para compensar a alteração do sabor e da textura causada pela remoção da gordura.

 Leia também: Diabetes: como melhorar sua alimentação

Conheça os tipos de açúcar

Existem diversos tipos de açúcar que você deve ficar atento para escolher o melhor para sua dieta e seu tratamento. É importante que você tome essas decisões junto ao seu médico ou nutricionista, eles são a melhor pessoa para auxiliar você com isso.

Açúcar refinado

Esse açúcar, normalmente o mais tradicional em todas as casas e usado no dia a dia, deve ser substituído. Ele perde mais de 90% de seus nutrientes no processo de refinamento e contém substâncias químicas para que fique branco e fino.

Açúcar cristal

O açúcar cristal também perde praticamente todos os seus nutrientes, mesmo não possuindo tantos aditivos químicos como o açúcar refinado.

Açúcar mascavo

Esse não passa pelo processo de branqueamento, cristalização e refinamento, então ele contém uma maior concentração de nutrientes, com destaque para minerais como cálcio e ferro.

Mel

O mel contém cálcio, fósforo, potássio, sódio e manganês, vitaminas C e B e proteínas, além de possuir nutrientes funcionais importantes para o intestino.

É importante saber que o açúcar mascavo e o mel, apesar de serem mais saudáveis por conta dos nutrientes, ainda assim aumentam a glicemia e favorecem o ganho de peso.

Açúcar demerara

Passa por um leve processo de refinamento, porém, não recebe nenhum aditivo químico, preservando melhor seus nutrientes.

Açúcares orgânicos

Esses não possuem nenhum tipo de ingrediente artificial, são um pouco mais grossos e mais escuros do que o refinado, porém, com o mesmo poder adoçante.

Açúcar light

É a combinação entre o açúcar refinado e adoçantes artificiais, deixando-o com maior poder adoçante.

Adoçante

Composto por substâncias que apresentam um poder adoçante muito superior ao da sacarose (açúcar refinado) e, por isso, devem ser utilizados em quantidades bem menores. Essas substâncias podem ser tanto naturais quanto artificiais.

Depois de falar com o seu médico sobre isso e entender qual açúcar escolher, se ainda quiser melhorar um pouco mais o seu consumo e o controle dele no organismo, faça um teste de preservar o gosto naturalmente doce dos alimentos sem acrescentar mais açúcar. Seu paladar está acostumado com o acréscimo de açúcar, mas você pode reverter esse quadro.

Além de fazer mal para a saúde quando em excesso, o açúcar refinado pode causar hiperatividade, inflamações, acne, acúmulo de gordura corporal e risco de descontrole do diabetes.

Para saber mais sobre o diabetes, no blog do FazBem temos muitos conteúdos para ajudar você com o seu tratamento e para sempre melhorar a sua saúde.

Acesse o blog e fique por dentro de tudo sobre diabetes!

 

 

 

 

Referências
https://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/acucar-ou-adocante-especialistas-orientam-a-escolher-a-melhor-opcao/
https://www.diabetes.org.uk/guide-to-diabetes/enjoy-food/eating-with-diabetes/food-groups/sugar-and-diabetes
https://saudebrasil.saude.gov.br/eu-quero-me-alimentar-melhor/tipos-de-acucar-saiba-escolher-o-mais-saudavel
BR-14252. Material destinado a pacientes. Ago/2021

 

Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.