Teste genético: como funciona e quem deve fazer?

Você provavelmente já ouviu falar de teste genético, não é? Mas você já se aprofundou no assunto para entender como ele funciona e se você precisa ou não fazer esse tipo de teste?  

Os testes genéticos são realizados para procurar mutações específicas nos cromossomos, genes ou proteínas de uma pessoa. 1 

Esse é um tema importante para conversarmos, por isso, preparamos esse conteúdo exclusivo para você conseguir entender melhor sobre teste genético. 

O que é um teste genético? 

Os testes genéticos são responsáveis por identificar as mutações genéticas nas pessoas, sendo essas mutações nocivas, benéficas, neutras ou incertas para a saúde. Dessas, as mutações nocivas são as que podem aumentar a chance e o risco de uma pessoa de desenvolver câncer. 1, 2 

Cerca de 5 a 10% dos cânceres são causados por hereditariedade, mas essa não é a única e nem a principal razão para o desenvolvimento de cânceres, é apenas mais um fator que influencia, assim como o tabagismo, maus hábitos, doenças crônicas não tratadas e assim por diante. 1, 2 

A avaliação do DNA é muito importante porque contribui na identificação de alterações que podem ter relação com diferentes tipos de câncer. Quando já existem tumores, o exame genético ainda pode ser feito com o objetivo de encontrar o melhor tratamento para cada caso. 2 

Como funciona um teste genético?  

Normalmente, os testes genéticos são pedidos por um médico. Ele pode ser feito com a coleta de sangue, saliva, células internas da bochecha e com pele ou líquido amniótico. 3 

O resultado pode demorar algumas semanas e deve ser avaliado pelo médico que solicitou o teste. 4 

Acesse esse infográfico para entender melhor sobre a coleta feita para a realização do teste e quando cada uma é indicada. 

Quem deve fazer um teste genético?  

Está com dúvida se deve ou não fazer um teste genético? A gente chamou o Dr. Onco para ajudar você!  

É importante saber que, se você tem casos de câncer na família, o teste genético funciona como uma prevenção e pode ser realizado pelas seguintes razões: 4, 5 

  • Diagnóstico de uma doença genética; 
  • Previsão de piora de uma doença; 
  • Escolher o melhor tratamento;  
  • Outras pessoas na família com mutação genética; 
  • Pessoas com caso de câncer na família; 
  • Pessoas com câncer.  

O objetivo e os benefícios desse teste são ajudar médico e paciente a entenderem os riscos de câncer e já ser orientado sobre a prevenção ou sobre o tratamento a ser seguido, caso já tenha sido diagnosticado com a doença. 5 

Além disso, é uma maneira de deixar os familiares em alerta sobre a possibilidade de mutações genéticas neles também.  5 

Após o resultado do teste, você recebe um aconselhamento genético, normalmente de um oncologista, oncogeneticista ou um geneticista. Eles vão ajudar você a entender: 2, 5 

  • O histórico familiar, inclusive de pessoas que nunca tiveram câncer; 
  • Compreender os riscos e entender a importância do teste;  
  • Vantagens e limitações dos testes; 
  • Possibilidade de desenvolver câncer e como lidar com isso;  
  • Explicar quais membros da família devem realizar o teste também; 
  • Interpretar e explicar os resultados. 

O teste genético é muito importante para prevenir o câncer e otimizar as análises do tratamento que o médico precisa indicar para cada caso. O teste pode ser pedido separadamente ou, se o médico achar necessário, durante pedidos de check-ups periódicos. 2, 5 

É importante que, assim como todo exame, se o seu médico solicitar um teste genético, você deve realizá-lo e marcar um retorno para que ele possa entender os resultados e conversar com você sobre isso.  

Aqui, no FazBem, estamos sempre focados em trazer as melhores informações para que você cuide ainda mais da sua saúde e previna-se sempre.  

Para ficar por dentro de tudo de novo e ver mais dicas do Dr. Onco siga nossas redes sociais e não esqueça de dar uma passadinha em outros conteúdos importantes e exclusivos para você!  

Confira as nossas redes sociais 

Instagram

Facebook

Referências: 
  1. ONCOGUIA. O que é Teste Genético?. 23 set. 2015. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/o-que-e-teste-genetico/8163/73/. Acesso em: 24 maio 2022. 
  1. HOSPITAL ISRAELITA ALBERT EINSTEIN. Teste genético: descubra o que é, como funciona e para que serve. 14 jun. 2021. Disponível em: https://vidasaudavel.einstein.br/teste-genetico/. Acesso em: 24 maio 2022. 
  1. ONCOGUIA. Como o teste genético é feito?. 23 set. 2015. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/como-o-teste-genetico-e-feito/8166/73/. Acesso em: 24 maio 2022. 
  1. FEMAMA - FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE INSTITUIÇÕES FILANTRÓPICAS DE APOIO À SAÚDE DA MAMA. Entenda o que são testes genéticos e qual sua importância para pacientes com câncer. 24 maio 2022. Disponível em: https://femama.org.br/site/noticias-recentes/entenda-o-que-sao-testes-geneticos-e-qual-sua-importancia-para-pacientes-com-cancer/?gclid=CjwKCAjw4ayUBhA4EiwATWyBruPJUhaBJOBcT_1XI9HyFGwi_Kmdhnme817NzKOohAKXPc3xpwOlfxoC3Q8QAvD_BwE. Acesso em: 24 maio 2022.  
  1. ONCOGUIA. Quem deve fazer Testes Genéticos?. 11 out. 2015. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/quem-deve-fazer-testes-geneticos/8343/73/. Acesso em: 24 maio 2022. 
BR-16180. Material destinado a todos os públicos. Mai/2022
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.