Você sabe o que é e como identificar os sintomas do AVC?

maos_segurandomaos_cerebroAVC: esse é um assunto muito procurado, mas pouco falado entre as pessoas.

Certamente, você já ouviu falar sobre o AVC, mas por um nome mais popularmente conhecido o derrame cerebral. Isso mesmo, ambos são a mesma coisa!

Esse é um tema que costuma assustar bastante, justamente pela sua complexidade e número de casos. Afinal, segundo Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares um em cada 4 de nós, terá um AVC ao longo da vida e, a cada ano, 13,7 milhões de pessoas têm um AVC no mundo. 1

Calma, isso não é motivo para pânico e preocupação excessiva. Saiba que 90% dos casos de AVC podem ser evitados? 2

A prevenção é, justamente, o objetivo do texto de hoje. A melhor forma de prevenir é ter conhecimento do que é a doença, os fatores de risco e ações que podemos adotar para ajudar a prevenir o AVC. Então, acompanhe o texto de hoje e confira todas essas informações.

O que é um AVC?

Um Acidente Vascular Cerebral (AVC), também conhecido como “derrame cerebral”, é uma perda repentina das funções do cérebro, devido a uma paralisação brutal da circulação sanguínea no cérebro. 3,4

Segundo o Ministério da Saúde, o acidente vascular cerebral ocorre quando os vasos que levam sangue ao cérebro são interrompidos ou entopem, provocando uma paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea e impedindo que o tecido cerebral receba oxigênio e nutrientes. 3,4

O AVC é uma doença que pode atingir mais homens e é uma das principais causas de morte, incapacitação e internações em todo o mundo.3,4

Tipos de Acidente Vascular Cerebral

O AVC ocorre por conta do rompimento ou entupimento dos vasos que levam o sangue para o cérebro. Existem dois tipos de AVC, que ocorrem por motivos diferentes.

AVC Isquêmico

Mais comum e representando 85% dos casos, o AVC isquêmico ocorre quando há obstrução de uma artéria, impedindo a passagem de oxigênio para as células cerebrais, que acabam morrendo. Essa obstrução pode ocorrer devido a uma trombose ou uma embolia. 3,4

Entupimento → Sem oxigênio → Morte ou lesão celular

AVC hemorrágico

O AVC hemorrágico é responsável por 15% dos casos e ocorre quando há rompimento de um vaso cerebral que provoca hemorragia. Essa hemorragia pode acontecer no tecido cérebro ou na superfície entre o cérebro e a meninge. 3,4

Vazamento → Sem oxigênio → Morte ou lesão celular

O mais importante para lembrar sobre o AVC é que, quanto mais rápido for o diagnóstico e o tratamento, maiores serão as chances de recuperação completa.

Por isso, é muito importante que a qualquer sinal e sintoma, você procure por atendimento médico imediato.

Principais fatores de risco para desenvolver um AVC

Para falarmos sobre prevenção do AVC, precisamos conhecer os fatores de risco para o surgimento dele.

Segundo a Fundação de Pesquisa Cardiovascular, existem diversos fatores que aumentam a probabilidade da ocorrência de um AVC de qualquer um dos dois tipos5. Os principais fatores são:

  • Doenças cardíacas (anomalia da válvula cardíaca, insuficiência ou arritmia);
  • Hipertensão arterial (pressão arterial);
  • Hipercolesterolemia (colesterol alto);
  • Diabetes tipo 2;
  • Consumo excessivo de álcool;
  • Obesidade;
  • Sobrepeso;
  • Histórico familiar;
  • Consumo de tabaco;
  • Idade: mais da metade do AVC ocorre em pessoas com 75 anos ou mais, contra 1/4 para menores de 65 anos.
  • Sexo: homens estão mais propensos a ter um AVC. 5

Sintomas antes do AVC

Certamente, você já deve ter ouvido falar que a identificação rápida dos sintomas é muito importante para o diagnóstico e tratamento adequado do AVC. 6

Existem alguns sinais que o corpo demonstra que podem ajudar a reconhecer. Os sinais e sintomas de AVC incluem:

Problemas na fala: você pode apresentar dificuldade para falar, entender o que os outros estão dizendo, ficar confuso e misturar as palavras.6

Paralisia ou dormência: você pode desenvolver dormência repentina, fraqueza ou paralisia no corpo, principalmente rosto, braço e perna. Em muitos casos, isso afeta apenas um lado do corpo.6

Problemas para enxergar em um ou ambos os olhos: você pode ter problemas de visão repentinas, como visão turva, escurecida ou ver em dobro.6

Dor de cabeça: você também pode sentir uma dor de cabeça súbita e intensa, que pode ser acompanhada por vômitos, tonturas ou alteração da consciência. 6

Dificuldade em caminhar: você pode apresentar perda de equilíbrio, dificuldade para andar, tonturas repentinas, o que pode causar tropeços e quedas. 6

Quando falamos sobre AVC, é importante lembrar que, em muitos casos, são outras pessoas que identificam os sinais.

Uma das formas de identificar os sinais de AVC em uma pessoa é fazer o teste conhecido como SAMU:

Sorriso: peça para a pessoa sorrir. Confira se um do lado do rosto não mexe, ou fica caído. 6,7

Abraço: peça para a pessoa levantar os dois braços. Confira se um braço se inclina para baixo ou se ele não se move. 6,7

Música: peça à pessoa para repetir uma frase simples ou repetir o pedacinho de alguma música. Fique atento caso sua fala esteja arrastada, estranha ou se enrola as palavras. 6,7

Urgente: caso você observe qualquer um desses sinais. Procure por ajuda médica com urgência.6,7

Lembre-se que o atendimento rápido é essencial para o tratamento do AVC. Mesmo que pareçam ir e vir ou desaparecer completamente, procure por ajuda médica. 6,7

Como Diminuir o Risco de ter um AVC? 

Conhecer os fatores de risco, seguir as recomendações do seu médico e adotar um estilo de vida saudável são as melhores medidas que você pode tomar para prevenir um acidente vascular cerebral. A adequação dos hábitos de vida diária é primordial para a prevenção.

Apesar de ser mais comum a partir dos 55 anos, o AVC pode atingir pessoas de qualquer faixa etária. Por isso, é importante adotar hábitos saudáveis e realizar exames de check-up, para identificar os riscos de problemas de saúde, visto que muitas doenças como pressão alta e colesterol são fatores de risco para o AVC.

O médico poderá solicitar exames mais específicos e recomendar a mudança de alguns hábitos como forma de prevenção, por isso é importante, todo ano, dar uma passadinha no consultório para verificar como está a saúde.6,7

 

 

 

 

Referência:
  1. https://avc.org.br/noticias/acidente-vascular-cerebral/
  2. https://avc.org.br/wp-content/uploads/2021/10/Manual-AVC2021-Ebook.pdf
  3. https://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/acidente-vascular-cerebral-avc
  4. https://bvsms.saude.gov.br/avc-acidente-vascular-cerebral/
  5. http://www.fondation-recherche-cardio-vasculaire.org/en/your-cardio-vascular-health/cardio-vascular-illnesses/cerebral-vascular-accident/
  6. https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/stroke/symptoms-causes/syc-20350113
  7. https://www.einstein.br/neurologia/avc
BR 15838. Material destinado a pacientes. Dez/2021
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.