Arritmia Cardíaca: sintomas, diagnóstico e monitoramento

Assim como o andamento de uma música deve seguir o tempo de uma partitura, o coração precisa obedecer ao ritmo fisiológico do nosso corpo. Esse ritmo varia de acordo com as necessidades do nosso dia a dia: quanto mais agitada é a atividade, maior é a frequência cardíaca.

Quando o coração não bate no ritmo certo, o corpo não consegue transportar nutrientes da maneira adequada. Este quadro médico é chamado de arritmia cardíaca, doença que quando não tratada pode levar a complicações como o ataque cardíaco, a insuficiência cardíaca e o derrame. O tipo de arritmia mais comum na população é a fibrilação atrial, doença caracterizada pela irregularidade dos impulsos elétricos responsáveis pelos batimentos cardíacos.

Os sintomas da arritmia cardíaca podem aparecer e desaparecer de maneira repentina. Ao perceber o aumento de intensidade de algum dos sintomas abaixo, procure o seu cardiologista imediatamente.

  • Falta de ar;
  • Dores no peito;
  • Excesso de suor;
  • Sentir o coração lento ou acelerado;
  • Desmaio súbito;
  • Palpitações;
  • Tontura;
  • Ansiedade;
  • Palidez.

Ao comunicar os sintomas ao seu médico, haverá uma avaliação do seu histórico clínico (se houver) e a solicitação de exames capazes de auxiliar na investigação do caso. Entre os exames mais comuns estão o ecocardiograma, o eletrocardiograma, o holter 24 horas, o estudo eletrofisiológico e o teste ergométrico.

Fui diagnosticado. Como faço para monitorar o meu coração?

Além de seguir o tratamento medicamentoso à risca e adotar novos hábitos de vida prescritos pelo médico, você mesmo pode monitorar seus batimentos cardíacos. Separamos os métodos mais indicados para ficar atento à saúde do seu coração.

A maneira mais fácil para monitorar o ritmo do seu coração utiliza apenas a sua mão. Para isso, posicione os dedos indicador e médio da mão direita sobre o pulso da mão esquerda e deslize-os até encontrar a pulsação. Além de checar a frequência cardíaca com o auxílio de um relógio, fique atento à regularidade das batidas. O pulso saudável deve seguir um compasso constante.

Muito usado no consultório médico, o estetoscópio também pode ser utilizado em casa. Os modelos mais baratos podem ser encontrados por apenas R$ 20. Com o instrumento, é possível notar os sons produzidos pelo seu coração de maneira mais precisa. Por possibilitar notar os descompassos de maneira rápida e prática, o estetoscópio é um ótimo aliado no monitoramento das arritmias.

Além de facilitar a comunicação e ajudar em diversas tarefas do dia a dia, o seu celular também pode ser uma ferramenta de monitoramento cardíaco. Aplicativos como o Cardiógrafo e o Instant Heart Rate são gratuitos e podem ser facilmente encontrados. Por meio da câmera do aparelho, esses aplicativos medem a frequência cardíaca e podem ajudar a detectar arritmias.

 

 

 

Referências:
www.blog.saude.gov.br/index.php/saudeemdia/32286-arritmia-cardiaca-tem-diversas-causas-e-pode-desencadear-avc-e-infartoswww.ladoaladopelavida.org.br/arritmia-cardiaca-o-que-e-doencas-cardiovasculareswww.everydayhealth.com/atrial-fibrillation/symptoms/best-and-worst-ways-to-check-your-heart-rate/
Icons by The Noun Project
BR-9390. Material destinado a pacientes. Jul/2020
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.