Conquiste a independência da saúde do seu coração

Ao ler esse título, você pode estar se perguntando: o que significa conquistar a independência da saúde do meu coração? No texto de hoje, vamos mostrar como você pode assumir o controle desse “jogo”, evitar e controlar fatores de risco para deixar de ser dependente dessa preocupação constante com a sua saúde.

Essa preocupação não vem do nada, afinal, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), cerca de 14 milhões de brasileiros têm alguma doença no coração. Todo ano, por volta de 400 mil pessoas morrem por causa delas, o que corresponde a 30% de todas as mortes no país.

Em 2021, só no primeiro semestre, esse número aumentou em quase 7% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram mais de 150 mil mortes registradas, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Apesar disso, as doenças cardiovasculares podem ser evitadas, tratadas e controladas. Ao levar um estilo de vida saudável, você pode ajudar a manter sua pressão arterial, colesterol e níveis de açúcar no sangue normais e reduzir o risco de doenças cardíacas e ataque cardíaco, por exemplo.

Para ajudar você a tomar essa atitude, separamos algumas informações para conquistar a independência da saúde do seu coração.

Escolha alimentos e bebidas saudáveis

Aposte em uma alimentação rica, com muitas frutas e vegetais frescos e menos alimentos processados.

Enquanto comer alimentos ricos em fibras e com baixo teor de gorduras saturadas, gordura trans e colesterol pode ajudar a prevenir o colesterol alto, comer muitos alimentos ricos em gordura saturada e gordura trans pode contribuir para doenças cardíacas.

Outra atitude que pode ajudar é limitar o sal (sódio), que pode reduzir a pressão arterial, e o açúcar, para prevenir ou ajudar a controlar o diabetes.

Por último, mas não menos importante, evite ingerir bebidas alcoólicas.

Tente comer melhor:

- Coma mais frutas e vegetais

- Inclua cereais integrais na alimentação

- Faça escolhas saudáveis ​​de gordura (abacates, nozes, peixes e sementes de girassol).

- Use ervas e especiarias em vez de sal

Confira nossas dicas para comer bem sem gastar muito!

Procure manter um peso saudável

Pessoas com sobrepeso ou obesidade apresentam maior risco de doenças cardíacas. Isso porque carregar peso extra pode sobrecarregar ainda mais o coração e os vasos sanguíneos.

Você pode procurar um médico ou nutricionista para ajudar você com uma dieta balanceada com orientações e alimentos adequados para você e sua rotina. Eles são as melhores pessoas para ajudá-lo nesse processo.

Busque incluir atividades físicas na sua rotina

É claro que esse item não poderia faltar. A atividade física pode ajudar você a manter um peso saudável e ainda reduzir a pressão arterial, o colesterol e os níveis de açúcar no sangue. Vale uma caminhada rápida, uma volta de bicicleta, uma partida de futebol, vôlei etc., o importante é que seja contínuo.

Para motivar mais você, fazer atividade física com uma música pode ajudar. Quando o som entra pelos ouvidos, outras áreas do cérebro também são ativadas: movimento, memória, atenção, emoção. Inclusive, estudos já mostraram que a música pode ter efeitos positivos no cérebro.

É importante lembrar de sempre que for começar a fazer exercícios, você precisa procurar um profissional de educação física para orientá-lo melhor e passar exercícios adequados para você. Além disso praticar de exercício sem acompanhamento em alguns pacientes pode levar a lesões

O FazBem tem uma playlist exclusiva para isso, escute agora no spotify

Como ser mais ativo:

- Estabeleça metas realistas

- Escolha atividades que você goste

- Faça atividades físicas junto com um grupo de amigos ou familiares, ou até mesmo com seu cachorro.

- Escute músicas animadas

- Fique menos tempo sentado

Não fume

O tabagismo aumenta muito o risco de doenças cardíacas. Se você não fuma, não comece. Se você fuma, é muito importante saber que parar de fumar diminuirá o risco dessas doenças.

Além disso, fumar pode prejudicar o ritmo do seu coração e causar arritmia cardíaca. Estar atento ao ritmo do seu coração é muito importante.

Seu médico pode ajudar você a parar de fumar e você também pode buscar alternativas. A Sociedade Brasileira de Cardiologia disponibiliza um assistente virtual especificamente para ajudar a parar de fumar.

Informações para parar de fumar

- Seja persistente

- Procure ajuda

- Pare pelos seus entes queridos

- Comece agora

Assuma o controle do “jogo” na missão por uma boa saúde

Doenças cardiovasculares crônicas têm tratamento, mas não têm cura. Aqui, seu principal adversário é você, mas a notícia boa é que você pode escolher a forma que quer lidar com isso.

Monitorar o seu colesterol

Teste seus níveis de colesterol pelo menos uma vez em cada 4 a 6 anos. Se você já foi diagnosticado com colesterol alto ou tem histórico familiar da doença, pode ser necessário verificar o colesterol com mais frequência.

Controlar sua pressão

É comum que a hipertensão não apresente sintomas, portanto, verifique-a com mais frequência para ter certeza de que a condição está sob controle. Converse com o seu médico para entender qual é a frequência ideal para o seu caso. Você pode fazer isso em um consultório médico, em uma farmácia ou até mesmo em casa.

Cuidar do seu diabetes

Se você tem diabetes, monitore seus níveis de açúcar no sangue cuidadosamente converse com o seu médico sobre suas opções de tratamento e atitudes para ajudar a manter o açúcar no sangue sob controle.

Seguir seu tratamento conforme orientação médica

Se você toma remédios para tratar o colesterol alto, a pressão alta ou o diabetes, siga as instruções do seu médico com atenção. Sempre faça perguntas se você não entender alguma coisa. Nunca pare de tomar o seu medicamento sem falar com o seu médico primeiro.

Trabalhar junto com a equipe de saúde

Você e sua equipe de saúde (médico, enfermeiro, nutricionista, farmacêutico etc.) podem trabalhar juntos para prevenir ou tratar as condições que levam a doenças cardíacas. Discuta o seu plano de tratamento regularmente e traga uma lista de perguntas para as suas consultas.

Manter o coração saudável é algo que você pode e deve fazer todos os dias. Entender a importância desse órgão é o suficiente para entender a necessidade de cuidar dele. O ritmo do seu coração é muito importante para que o sangue seja bombeado corretamente, com oxigênio, para o seu corpo. Se sentir diferença nas batidas do seu coração, procure um cardiologista.

Esse mês é marcado pelo Dia Mundial do Coração (29/09), por isso, o mês de setembro é considerado Setembro Vermelho.

Aqui, no FazBem, queremos que você possa ter uma vida digna, sem grandes limitações, mas que entenda o seu papel nessa partida. Estamos fazendo uma campanha pensada exclusivamente na saúde do seu coração.

Queremos ajudar você a entender o ritmo perfeito, as maneiras de cuidar e prevenir doenças apenas com mudanças de hábitos e seguindo orientações médicas. Queremos ajudar você a encontrar a batida perfeita para seguir no ritmo!

Conheça mais sobre a campanha! 

#setembrovermelho #fazbemcuidardocoracao #noritmodoseucoracao

 
 
 
Referências:
  1. https://www.portal.cardiol.br/post/aumenta-o-n%C3%BAmero-de-mortes-por-doen%C3%A7as-cardiovasculares-no-primeiro-semestre-de-2021
2.https://www.cdc.gov/heartdisease/prevention.htm
3.https://www.heartfoundation.org.au/heart-health-education/keeping-your-heart-healthy
4.https://www.hcor.com.br/imprensa/noticias/saiba-como-manter-uma-dieta-mais-saudavel-para-o-coracao/
5.https://sbpt.org.br/portal/publico-geral/doencas/tabagismo-o-tabaco-exercicios-aerobicos-corridas-e-o-coracao/
BR-14323. Material destinado a pacientes. Set/2021
 
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.