Novas tecnologias para o tratamento de câncer de pulmão

mulher e criança abraçados no sofá rindo muito e felizes - novas tecnologias para o tratamento de câncer de pulmãoHoje, os pacientes podem contar com novas tecnologias e alternativas terapêuticas que permitem a manutenção da qualidade de vida, até mesmo nos casos em que a doença já está em estado avançado.

A imuno-oncologia, por exemplo, permite a identificação do tumor e o transforma em um alvo para que as próprias defesas do corpo possam destruí-lo. Além disso, os inibidores de tirosina quinase atuam na prevenção da proliferação de células malignas.

longevidade - câncer de pulmão

Para se ter uma ideia, alguns estudos relacionados a outras indicações destes medicamentos mostram que pacientes tratados com agentes imunoterápicos podem viver até o dobro, em comparação aos que não receberam o mesmo tratamento.

mais qualidade de vida - câncer de pulmão

Por meio de questionários padronizados, é possível estimar uma melhora percebida pelos pacientes com relação aos efeitos indesejáveis provocados pela quimioterapia clássica. Sintomas como dor, cansaço e náusea, bem como os aspectos sociais e emocionais afetados pelo tratamento apresentaram uma melhora. Veja a importância do registro de informações no tratamento do câncer.

Outro ponto importante é que, frequentemente, o uso dessas medicações permite que o paciente tenha um tempo maior de estabilidade da doença. Ou seja: que viva um tempo maior sem que a doença progrida. Isso também garante uma qualidade de vida melhor, uma vez que o avanço da doença intensifica sintomas e, consequentemente, causa mais problemas ao paciente.

efeitos adversos - câncer de pulmão

Apesar dos benefícios, esses medicamentos também apresentam seus próprios efeitos adversos. Alguns exemplos no caso da imunoterapia são dores musculares, de cabeça, ganho de peso e mudanças hormonais. Para os inibidores de tirosina quinase, um exemplo de efeito adverso é a vermelhidão facial.

Embora os medicamentos tenham efeitos adversos, eles são – em sua maioria – toleráveis. Por isso, a consulta com um especialista que conheça bem o caso específico de cada paciente e saiba indicar a melhor opção é fundamental. E para complementar, no período em que está em casa, ter uma equipe multidisciplinar que avalie alimentação, estado emocional e bem-estar é fundamental para minimizar os sintomas do câncer de pulmão e garantir maior qualidade de vida.

Sabendo as vantagens de ter este suporte e registrar os eventos adversos, o Programa FazBem disponibiliza uma equipe multidisciplinar através do aplicativo Wecancer de forma gratuita para pacientes com câncer de pulmão. Lá você pode organizar toda sua jornada e todos os registros para levar ao seu médico. Saiba mais sobre como participar e comece agora a se emponderar no seu tratamento. Isso vai fazer toda a diferença. 

 

 

 

Referências:
www.webmd.com/cancer/common-cancers-16/lung/cancer-treatment-expect.
Acessado em 16/08/2018

www.newsmedical.net/life-sciences/What-is-a-Kinase-Inhibitor.aspx.
Acessado em 16/08/2018

www.immunooncologynews.com/2018/07/20/survival-rate-of-melanoma-patients-withbrain-metastasesdoubles-with-immunotherapy-use-study-finds/Acessado em 17/08/2018
www.cancer.net/navigating-cancer-care/how-cancer-treated/immunotherapyandvaccines/side-effects-immunotherapy .
Acessado em 17/08/2018

Jorg Thomas H, Michael H, Hans-Georg K, Hans-Peter L. Tyrosine Kinase Inhibitors – A Review on Pharmacology, Metabolism and Side Effects. Current Drug Metabolism. 2009;10(5):470-81.
Imagens: Freepik
Icons by The Noun Project

BR-11221 Dezembro/2020
Material destinado a pacientes
Os comentários estão fechados
Política de Cookies

Esse Website utiliza política de cookies para oferecer uma melhor experiência para o usuário.

Utilizando esse website você permite o uso desses cookies.

Descubra mais sobre como nós utilizamos e gerenciamos cookies lendo nossa Política de Cookies.